Data: 19 de novembro de 2014

Ana Ramayany participa na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World Conference

Categoria: - Local: Data: 19 de novembro de 2014
Neste Artigo:

&nbspAna Ramayany participa na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World ConferenceAna Ramayany Kanaoka, com apenas 20 anos, ela já é  muito conhecida em nossa comunidade por muitas conquistas em Speech Contest e conferências nacionais e internacionais. Já se destacou em vários jornais japoneses entre eles um dos mais respeitado, o Yomiuri Shumbum. Neste ano Ana  já esteve em uma conferência da ONU nos Estados Unidos, na cidade Portland onde representou o país de Botswana. Agora aumentando seu currículo traz em sua bagagem uma experiência ímpar, a sua participação na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World Conference.

Publicidade

Em Sua viagem para USA numa conferência da ONU como foi representar um país que você não conhecia?
Eu tive que fazer várias pesquisas de Botswana, conheci várias pessoas de vários países. Pude aprender de problemas ocorrendo em todo o Mundo. Foi uma experiência incrível e única.

Quais são suas experiências com a UNESCO?
Já participei de concursos de oratória da UNESCO e ganhei 2 anos consecutivos, Também já fui voluntária como intérprete no UNESCO Summer Camp em 2011.

Como surgiu a possibilidade de você participar no UNESCO World Conference?
Uma professora muito querida da minha universidade me mandou o e-mail me convidando para participar. Não foi tão fácil participar pois seriam somente 200 pessoas escolhidas em todo o Japão. Fiz a entrevista e para minha surpresa eu fui escolhida para participar como voluntária durante 4 dias. Houve 1 dia inteiro de treinamento antes da conferencia começar, e a UNESCO cobriu todas as despesas com hotel, comida e transporte.&nbspAna Ramayany participa na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World Conference

Quais foram os países participantes dessa Conferência?
Ministros, Diretores, Presidentes, Príncipes e Princesas de 195 países participaram desta conferência. O tanto de pessoas que participaram no total eu não sei mas somando todo os 3 dias creio que umas 6.000 pessoas participaram do evento.

Quantos idiomas você domina?
Falo 6 idiomas: Português, Japonês, Inglês, Espanhol, Francês, e Libras em Japonês, mas para participar deste tipo de conferencia é importante saber ao menos as 2 línguas principais da ONU que é o Inglês e o Francês.

Qual foi a razão principal para esta UNESCO World Conference acontecer aqui no Japão?
A diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, descreveu a conferência como uma chamada a ação, uma vez que o planeta está chegando ao limite de sua capacidade de sustentar a vida. Essa conferencia foi para rever iniciativas bem-sucedidas e inspiradoras da Década das Nações Unidas que está terminando em 2015 e discutir formas de melhorar a educação para que a EDS (Educação para o Desenvolvimento Sustentável) se torne um de seus componentes principais. Eles também abordaram as prioridades especificas e desafios do novo Programa de Ação Global para a ESD, como ensino, avaliação e promoção de competências para o Século 21. No final, os participantes (diretores de cada país) foram convidados a escrever a Declaração de Aichi-Nagoya, com a finalidade de acelerar o movimento em direção e Educação para o Desenvolvimento Sustentável. Os brasileiros também tiveram parte nessa conferencia. O Colégio Magnum Agostiniano, de Belo Horizonte, foi convidado a apresentar os resultados de uma pesquisa sobre unidades de conservação. E uma escola do Brasil também foi selecionada pela UNESCO para participar do fórum de estudantes e professores que começou no dia 4/11/2014, em Okayama.

&nbspAna Ramayany participa na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World ConferenceQuem abriu a UNESCO World Conference 2014?
A Diretora Geral Irina Bokova, O Príncipe Herdeiro do Japão, o Ministro do Monbu Kagaku-sho Hakubun Shimomura, o Governador de Aichi Hideaki Ohmura, o Governador e principal diretor das Nações Unidas Ban Ki-Moon, o Diretor executivo da UNEP Achim Steiner, e a Princesa de Morocco Lalla Hasnaa.

Esta conferência é anual? Você pretende participar de outras edições?
A UNESCO World Conference não é anual, a próxima conferência esta prevista para acontecer em 2019 mas ainda não foi decidido o local nem o dia. Se caso aparecer uma outra oportunidade de participar, com certeza, pretendo participar sim.

Que Ministro você representou?
Eu representei o Ministro da França Ma-Umba Mabiala. Ele é o Diretor de Educação e Juventude na Organização Internacional de Francofonia (Organisation Internationale de la Francophonie – www.francophonie.org), e todos os países que falam a língua francesa. A origem dele é do Congo, mas hoje ele trabalha como um profissional de sucesso em Paris, Franca, com uma riqueza de experiência técnica e de liderança que abrange mais de 20 anos adquirida em várias conferencias. Antes de ingressar na OIF, ele era chefe do Partido para Oportunidades de Acesso equitativo a Educação Básica de Qualidade, financiados pela USAID na República Democrática do Congo. Sua experiência inclui a gestão de seis anos no Haiti como o chefe da Seção de Educação com a UNICEF durante um período muito turbulento (1989-1995) caracteriza-se por agitação civil e instabilidade política. Durante dez anos, Ma-Umba Mabiala trabalhou como oficial Senior do Programa com o Centro de Programas de Comunicação da Universidade Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, em Baltimore. Ele conseguiu e supervisionou os programas financeiros, de pessoal e desenvolvimento operacional e implementou projetos em países Anglefonos e francefonos (países que falam inglês e francês) selecionados. Ele liderou a equipe de francefonos e forneceu orientação técnica e apoio para os membros da equipe, supervisionando projetos em nove países.

Como foi ser intérprete de um Ministro e ele sendo o Ministro da Educação da França?&nbspAna Ramayany participa na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World Conference
Foi uma honra muito grande. O Ministro Mabiala e uma pessoa muito gentil, inteligente, e tem um cavalheirismo incrível. Havia momentos que eu como voluntária tinha que carregar os seus papéis importantes e abrir a porta onde ele ia passar, mas ele fazia o contrário. Mesmo sendo Ministro de alto nível, eu vi uma humildade muito grande. Um grande exemplo de um bom Ministro de Educação.

Nas horas de intervalo da conferência você apresentou o Japão para o Ministro da Franca?
Quase não havia tantos intervalos pois o Ministro Mabiala tinha muitos discursos e Workshops para participar. Mas quando achamos um tempinho, passamos no Event Hall dentro do Nagoya Congress Hall. Ali tinha muitos pôsteres apresentando o Japão e outros países também. Vimos o carro que é abastecido a luz que estava em exposição, tomamos o “ochá” e comemos o “manjyu” do Japão e eu expliquei basicamente um pouco da cultura japonesa. No final ele tirou uma foto na máquina de Purikura que também estava como exposição para todos os visitantes do exterior. Ele ficou muito impressionado com a rapidez na impressão desta máquina que jovens japoneses são apaixonados.

&nbspAna Ramayany participa na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World ConferenceO que mais te impactou nesta UNESCO World Conference?
O que mais me impactou foi a as vozes das crianças que falaram no fechamento da conferencia sobre o desenvolvimento sustentável da educação e a situação atual das ações dos adultos responsáveis por esse desenvolvimento. As crianças enfatizaram que nada mudou desde o discurso da grande Jovem Severn Suzuki que disse na frente de todos os ministros da ONU na conferência UN Earth Summit in Rio, Brasil,1992 – “Se vocês não podem recuperar nada disso, por favor parem de destruir o planeta!” As crianças japonesas disseram que temos olhado somente para o bem estar dos nossos países, temos nos preocupado tanto com riquezas e bens, enquanto uma pessoa morre de fome a cada 6 segundos. Nós somos os atores principais da mudança mundial, e que a mudança tem que começar em cada um, ai sim poderá acontecer uma transformação de todas as nações. E por fim disseram que o planeta está sendo apenas emprestado para os adultos cuidarem bem, para entregar um planeta saudável as futuras gerações, mas a realidade é diferente, os adultos em vez de estar cuidando do planeta para as próximas gerações, eles só sabem destruir e entregar o planeta cada vez mais depredado. Temos que começar a agir, colocar em ação aquilo que dizemos em vez de somente planejar as coisas nessas Conferencias Mundiais e se auto satisfazer ao colocar tudo isso no papel.

Você se tornou amiga do Ministro da França?
Não diria amiga, mas ele disse que qualquer dia que eu for para Paris, e para entrar em contato com ele para conhecer o resto de sua família.

Para finalizar nossa entrevista o que você diria a comunidade sobre tudo que vivenciou nestes três dias da UNESCO World Conference?&nbspAna Ramayany participa na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World Conference
Tenho apenas 2 coisas a dizer: Deus é lindo e maravilhoso e perfeito e aprenda a valorizar o que temos em mãos. Deus me abriu várias portas para ter essa oportunidade de participar de uma conferência como esta. Nessa conferencia eu vi muitas pessoas de alto nível. Ministros importantes, Príncipes e Princesas. Eu vi pessoas movendo céus e terras para deixar tudo impecável para essas pessoas grandiosas e muito importantes. Polícias até calculando para deixar todos os faróis da rua azul só para o filho do Imperador passar. Pessoas fazendo de tudo para agradar essas pessoas VIPs e tentando de tudo para se tornarem amigos dessas pessoas. O mundo de hoje é movido ao ego das pessoas. Todos realmente só querem o próprio bem, a auto satisfação e a felicidade própria. Muitas vezes não sabemos valorizar o que temos. Eu ouvi o discurso de uma mulher do Afeganistão chamada Shabana Basij-Rasikh. Ela teve que se disfarçar de homem quase a vida inteira para poder ir para a escola. No Afeganistão na época mulheres eram proibidas de ter uma educação. Hoje em dia 90% das meninas do Afeganistão são analfabetas. Shabana após se formar no ginásio não conseguiu mais esconder a sua feminilidade e teve que se mudar para os Estados unidos para &nbspAna Ramayany participa na Education For Sustainable Development 2014 UNESCO World Conferenceterminar o estudo superior (universidade). Ela disse que muitas vezes tentou desistir, mas as palavras de seu pai, fez com que ela continuasse. O pai dela disse: “Qualquer pessoa pode tirar tudo o que você tem, mas a única coisa que não podem roubar de você é a sua educação. E ela foi até o fim e hoje e uma grande educadora no Afeganistão que construiu a primeira escola para meninas no Afeganistão. Muitas alunas dela continua recebendo ameaças de morte para parar de estudar, mas Shabana as encoraja dizendo as mesmas palavras que o pai dela disse a ela. Shabana hoje tem apenas 24 anos e já fez tudo isso. Eu mesma fico com vergonha da realidade dos meus amigos que dizem que odeiam estudar ou que o estudo não serve de nada e preferem estar se divertindo na disco. Tem tantas coisas ocorrendo em volta deles que eles se fazem de surdos. Essa história me impactou muito. No Japão tem tantas oportunidades de estudo e poucos sabem aproveitar e valorizar o que tem. Onde não há quase nem uma esperança de estudo como Afeganistão, Índia, África, as crianças dão de tudo para poder ter um gostinho de oportunidade de estudo, mesmo que isso custe a vida delas. Temos que saber valorizar o que temos. Não valorizamos a roupa que vestimos, a comida que comemos, muito pouco a oportunidade que nos sãos dados. Uma das formas de aprendermos a valorizar as coisas e ouvido histórias como essa. Por isso jovens, busquem saber o que está acontecendo em sua volta no mundo inteiro. Nós somos o futuro dessa geração. Acordem por favor.

Agradecimentos
Ao meu Deus que me abençoa muito me proporcionando experiências como esta. Aos meus pais por me apoiarem incondicionalmente. A todos que me ajudaram em oração para eu participar dessa conferência tão importante. E por último a todos que participaram desta conferência junto comigo. Dedico Toda a Honra e Glória seja dada ao meu Deus. Amém.

Texto – Luciane Kanaoka
Fotos – Ana Ramayany

 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!