Províncias com maiores índices de infecção

Publicado em 14 de maio de 2021, em Sociedade

Uma das métricas para classificação dos estágios de infecção é esse índice do número de testados positivo a cada 100 mil habitantes. Veja as 22 piores.

Neste Artigo:
&nbspProvíncias com maiores índices de infecção
SARS-CoV-2 (Wikimedia) e mapa do Japão

Um dos indicadores para classificar a situação da infecção da província é o número de pessoas que testam positivo, seja por dia ou por semana, a cada 100 mil habitantes. 

Publicidade

Quando esse índice ultrapassa 25/100 mil pode-se considerar que entrou no estágio IV, além de outros indicadores como taxa de ocupação dos leitos, por exemplo.

A NHK fez um levantamento até o dia 12 e divulgou na quinta-feira a lista das províncias. O que se descobriu é que 12 províncias com elevado índice não são alvo do estado de emergência. Veja a lista com os índices, o que indica o número de pessoas infectadas a cada 100 mil. 

  1. Okayama tem índice de 45, o terceiro maior do país
  2. Oita: 43 
  3. Saga: 43 
  4. Nara: 42
  5. Hiroshima: 41
  6. Kumamoto: 38
  7. Ishikawa: 34  
  8. Kagawa: 34 
  9. Guma: 31
  10. Miyazaki: 30
  11. Shiga: 26
  12. Nagasaki: 26

Na sexta-feira (14) o governo informou que incluirá Okayama e Hiroshima, da lista acima, como alvo do estado de emergência, a partir de domingo (16).

Províncias alvo das Medidas Prioritárias para Prevenção da Propagação 

Atualmente são 8 delas, alvo dessas medidas: Okinawa, Saitama, Chiba, Kanagawa, Ehime, Hokkaido, Gifu e Mie. No entanto, em 5 delas o índice de x/100 mil habitantes não ultrapassa 25. São elas:

  • Saitama com 23  
  • Kanagawa com 21
  • Mie com 17
  • Chiba com 16
  • Ehime com 10

22 províncias com índice igual ou superior a 25/100 mil

Veja abaixo a lista, sabendo que as em negrito azul marinho são as que são alvo do estado de emergência e as em negrito verde são as alvo das Medidas Prioritárias.

Há que redobrar os cuidados para quem vive nessas províncias, pois como disse a epidemiologista e chefe técnica de resposta a Covid-19 da OMS, Maria Van Kerkhove, ainda é preciso continuar se cuidando. 

“Sei que há países que têm a sorte de ter muitas vacinas mas infelizmente são uma minoria. A realidade do mundo não é essa. Esta distribuição desigual está atrasando o fim da pandemia e por isso temos de continuar a recorrer ao distanciamento social, às máscaras, à higiene das mãos, à boa ventilação dos locais e a continuar em casa quando não nos sentimos bem”, alertou.

Também, é importante seguir as recomendações das autoridades locais e atender aos pedidos de restrições nas províncias sob estado de emergência e medidas prioritárias.

  1. Osaka: 70
  2. Fukuoka: 62
  3. Okayama: 55
  4. Hokkaido: 54
  5. Hyogo: 50
  6. Aichi: 46
  7. Tóquio: 44
  8. Oita: 43
  9. Saga: 43
  10. Nara: 42
  11. Gifu: 41
  12. Hiroshima: 41
  13. Okinawa: 41
  14. Kumamoto: 38
  15. Quioto: 35
  16. Ishikawa: 34
  17. Kagawa: 34
  18. Gunma: 31
  19. Miyazaki: 30
  20. Shiga: 26
  21. Nagasaki: 26
  22. Fukushima: 25

Shimane é a província com o índice mais baixo de todo país. Gunma, Ishikawa e Kumamoto são alvo das medidas prioritárias a partir de domingo. Hokkaido e Okayama foram incluídas sob estado de emergência.

&nbspProvíncias com maiores índices de infecção
Tabela original da NHK com as 47 províncias, mostra os índices x/100 mil habitantes com decimais
Fontes: NHK e Gov.


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão