Subaru suspenderá operações em fábrica de Gunma

Publicado em 6 de abril de 2021, em Sociedade

A suspensão na fábrica de Yajima, na província de Gunma, deve levar a um corte de 10 mil unidades em produção.

Neste Artigo:
&nbspSubaru suspenderá operações em fábrica de Gunma
A suspensão afeta a fábrica de Yajima na província de Gunma (banco de imagens)

A Subaru disse na segunda-feira (5) que suspenderá as operações em uma de suas fábricas de carros por cerca de 2 semanas a partir do próximo sábado devido a uma escassez global de semicondutores.

Publicidade

A suspensão em sua fábrica de Yajima, na província de Gunma, deve levar a um corte de 10 mil unidades em produção.

A fábrica da montadora japonesa, que produziu mais de 570 mil unidades nacionalmente em 2020, terá as operações suspensas de 10 a 27 de abril, ou 13 dias de trabalho durante o período. Após retomar uma de suas duas linhas de produção em 21 de abril, todas as linhas retornarão ao normal em 10 de maio após o feriado de Golden Week, disse.

A fábrica produz modelos que incluem a SUV Forester e o sedan Legacy.

O impacto potencial da suspensão sobre seus resultados financeiros para o ano até março de 2022 ainda será determinado, disse a Subaru, acrescentando que as operações em suas duas outras plantas na província continuarão.

O corte de produção da Subaru seguiu o de outras montadoras globais incluindo a Toyota e a Volkswagen AG que também sofrem com a escassez de chips desde o fim do ano passado.

A demanda global por semicondutores está crescendo em parte porque o lançamento de redes móveis 5G aumentou em muitos países.

Em janeiro, a Subaru suspendeu a produção nas fábricas em Gunma por dois dias e reduziu o ritmo de produção em sua planta no estado de Indiana, nos EUA.

Antes, a montadora havia planejado cortar a produção em um total de 48 mil veículos tanto no Japão como no exterior durante janeiro e março.

Incêndio em fábrica da Renesas afetou produção de montadoras

Preocupações com a escassez de chips aumentaram após um incêndio que afetou a planta de Naka (Ibaraki) da fabricante de chips Renesas Electronics, em meados de março.

Um porta-voz da Subaru disse que a iminente suspensão de operações não foi causada pelo incêndio.

A Renesas disse que visa retomar parcialmente a produção na planta de Ibaraki no fim de abril, mas espera que mais dois meses depois disso sejam necessários para trazer a produção de volta ao nível antes do incêndio.

Fonte: News and Culture


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão