Pontos importantes da declaração do estado de emergência

Publicado em 7 de janeiro de 2021, em Sociedade

Antes do governo declarar oficialmente o estado de emergência para Tóquio, Chiba, Kanagawa e Saitama, nesta quinta-feira, veja os pontos importantes para a sociedade e economia.

Neste Artigo:
&nbspPontos importantes da declaração do estado de emergência
Imagem ilustrativa do Pixabay

Depois de costurados todos os pontos entre o comitê consultivo e ministros, para que o Primeiro-Ministro declare estado de emergência no final da tarde de quinta-feira (7), a proposta foi encaminhada para a aprovação na Câmara dos Representantes. 

Publicidade

No final da tarde Yoshihide Suga deverá fazer pronunciamento diretamente da reunião da sede de contramedidas, informando que Tóquio mais as províncias de Kanagawa, Saitama e Chiba, entrem no estado de emergência, com base na Lei de Medidas Especiais, a partir de sexta-feira (8) até 7 de fevereiro.

Pontos importantes

Com forte intenção de reduzir a disseminação da infecção pelo novo coronavírus, a política de enfrentamento nesse período inclui várias ações.

  1. Solicitar aos restaurantes, bares e outros estabelecimentos que servem bebida alcoólica para abreviar o horário comercial até 20h. O horário permitido para servir  bebidas alcoólicas das 11h às 19h
  2. Forte pedido para abstenção de sair desnecessariamente ou sem urgência, especialmente após as 20h
  3. Incentivo ao home office, com o objetivo de reduzir em 70% o número de pessoas que se deslocam para trabalhar nas empresas
  4. Em relação ao limite de público nos eventos, pedido de redução para a metade da capacidade ou inferior a 5 mil pessoas
  5. As escolas não serão fechadas de uma vez

Suga deverá falar sobre as medidas para as fronteiras – aeroportos – e também sobre a aplicação de multa para os estabelecimentos comerciais que não atenderem ao pedido de cooperação, se isso for aprovado na câmara.

Efeitos na economia

&nbspPontos importantes da declaração do estado de emergência
Imagem do Pixabay

Yasutoshi Nishimura, o Ministro do Desenvolvimento Econômico, explicou que as medidas são pontuais para reduzir o número de pessoas infectadas. “Em vez de interromper amplamente as atividades econômicas, implementaremos medidas eficazes em locais onde há alto risco de infecção, de forma centrada”, falou.

Profissionais da saúde

Norihisa Tamura, Ministro do Trabalho, Saúde e Bem-Estar, explicou que nos locais onde a assistência médica é restrita, coordenará com instituições particulares para aumento do número de leitos. Mas, com cuidados especiais  na prevenção e gerenciamento da infecção hospitalar. Também declarou que se empenhará na contratação de mais profissionais.

Emprego dos trabalhadores 

Além disso, o mesmo ministro, enfatizou que se empenhará para manter o emprego dos trabalhadores em geral nesse período. 

Diretrizes do enfrentamento 

Essas diretrizes foram compiladas pela primeira vez em março do ano passado e já foram revisadas 7 vezes até o momento, devido à emissão de uma declaração de emergência, da expansão da área-alvo e do cancelamento da declaração. Aliás, desta vez, também poderá ser cancelada antes do prazo estabelecido, caso se consiga chegar ao estágio II, considerado mais estável.

Passaram-se quase 7 meses desde o cancelamento da primeira declaração de estado de emergência, o que aconteceu em 25 de maio de 2020.

Declaração de estado de emergência anterior

A última declaração de situação de emergência foi emitida para 7 províncias – Tóquio, Saitama, Chiba, Kanagawa, Osaka, Hyogo e Fukuoka – em 7 de abril do ano passado, como resposta à rápida disseminação da infecção nas áreas urbanas.

Depois disso, conforme a infecção foi se espalhando para outras áreas além das 7 províncias, o governo expandiu a área-alvo para todo o país em 16 de abril.

O prazo da declaração foi inicialmente até 6 de maio, mas dois dias antes foi estendido até 31 de maio, em todo o país, pois a redução do quadro de infecção não foi suficientemente baixa. Nessa ocasião o país entrou em quarentena, com grande prejuízo para a economia e para a sociedade. Não foi um quase lockdown

Neste momento, o governo anunciou uma política de cancelar sem esperar o prazo se julgar possível com base na análise de especialistas.

Fonte: NHK


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão