Japão se prepara para grandes multidões olímpicas com precauções de alta tecnologia

Publicado em 4 de dezembro de 2020, em Sociedade

O Japão planeja permitir que viajantes estrangeiros entrem no país para as olimpíadas no verão com poucas restrições.

Neste Artigo:
&nbspJapão se prepara para grandes multidões olímpicas com precauções de alta tecnologia
A Tokyo 2020 foi adiada para o verão do ano que vem (banco de imagens PM)

O governo japonês começou a se preparar para um influxo de viajantes estrangeiros que poderão vir aos adiados Jogos de Verão no país, elaborando camadas de precauções a fim de manter a Covid-19 sob controle de maneiras inovadoras e não limitar movimentações.

Publicidade

O princípio de base geral é manter segurança enquanto garante liberdade de movimento.

Vacinas não serão obrigatórias e os visitantes que apresentam prova de teste negativo de coronavírus e concordam em usar apps para facilitar rastreamento de contato não precisam passar pela quarentena de duas semanas. O uso de transporte público também continuará sem restrições.

Os jogos devem ser o primeiro evento global de grande escala desde o início da crise, e o sucesso poderia oferecer um modelo para o resto do mundo seguir.

Cerca de 4,45 milhões de ingressos foram vendidos a pessoas no Japão, com cerca de 1 milhão mais comprados no exterior. Muitos visitantes devem participar de vários eventos, e visto que alguns deles podem ser cancelados, dependendo do estado do surto, ficou difícil previr quantos viajantes virão ao país.

As autoridades aguardarão para decidir detalhes como limites de capacidade de local até a próxima primavera, baseadas em condições em outros lugares no mundo.

Os visitantes também serão solicitados a usarem o app de rastreamento de contato Cocoa, desenvolvido pelo ministério, junto com um novo aplicativo que conecta vistos, prova de resultados de testes, ingressos e outras informações a um único ID para cada pessoa.

Enquanto usuários podem voluntariamente deixar em seus próprios aparelhos um registro dos locais que eles visitaram, o Japão não tomará medidas mais invasivas como rastreamento por GPS.

Os usuários serão notificados se eles tiverem entrado em contato com alguém que testou positivo para que eles possam ser testados enquanto ainda estiverem no Japão ou após retornar aos seus países.

Resultados de testes de coronavírus e informações de ingressos serão verificados no app na chegada ao Japão durante o processo de alfândega e quarentena. As autoridades vão considerar fazer com que os viajantes escaneiem códigos QR em hotéis e restaurantes para deixar um registro de onde eles estiveram.

O app também permitirá que os usuários monitorem suas condições físicas. O governo visa fazer com que o app ofereça acesso a orientações em vários idiomas se alguém adoecer com febre, por exemplo.

Fonte: Asia Nikkei


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão