Condenado à execução por matar 2 filipinas morreu por doença

Publicado em 14 de dezembro de 2020, em Sociedade

O japonês condenado à pena de morte ficou doente durante o período de reclusão e estava em tratamento no centro de detenção.

Neste Artigo:
&nbspCondenado à execução por matar 2 filipinas morreu por doença
Imagem ilustrativa de prisão (Wikimedia)

No domingo (13) o Ministério da Justiça informou que o japonês Hiroshi Nozaki, 61 anos, morreu de insuficiência renal crônica, no Centro de Detenção de Tóquio.

Publicidade

O prisioneiro estava cumprindo pena, condenado à morte, pelos homicídios de duas filipinas.

A primeira vítima tinha 27 anos e morava em um apartamento em Yokohama (Kanagawa), quando foi assassinada por ele, em abril de 1999.

A segunda tinha 22 anos e residia em um apartamento em Odaiba, Tóquio, morta por ele, em abril de 2008. 

O tribunal o condenou à morte em sentença de 2013.

Segundo informações do ministério, Nozaki vinha fazendo tratamento de insuficiência renal no centro de detenção, com diálise artificial. Desde novembro o quadro piorou e seu óbito foi confirmado antes do amanhecer de domingo.

Atualmente o número de condenados à execução no Japão é de 109 prisioneiros. 

Fonte: JNN


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão