Sharp corta 93 trabalhadores haken, maioria estrangeira

Publicado em 16 de novembro de 2020, em Sociedade

Eles trabalhavam na Sharp de Mie e foram desligados com data de domingo.

Neste Artigo:
&nbspSharp corta 93 trabalhadores haken, maioria estrangeira
Filipinos em reunião no governo de Mie, em Tsu, no dia 12 (Asahi)

Os trabalhadores da classe de não regulares, como os enviados por empreiteira – haken – são os mais afetados pela crise gerada pela infecção do novo coronavírus. 

Publicidade

Com data de domingo (15) foram desligados da Sharp, em Taki-cho (Mie), 93 trabalhadores, todos de uma subcontratada de Matsuzaka, na produção de painéis LCD, segundo informação do sindicato Union Mie. 

O motivo apresentado no aviso prévio datado de 14 do mês anterior foi a deterioração do desempenho empresarial. 

Dentre os 93 desempregados 76 são filipinos, dos quais 60 são membros do sindicato.

“Não posso mandar dinheiro para minha família. Trabalhei 16 anos e não compreendo porque fomos demitidos”, disse um deles.

“Não há garantia de que encontrarei um emprego no futuro. Estou preocupada se vou conseguir pagar o aluguel e comprar comida. Tenho um filho no ensino médio, nas Filipinas. Penso nisso o dia todo”, falou uma filipina.

O sindicato vem pedindo apoio do governo desde que soube do aviso prévio, para ajudá-los na recolocação e também no fornecimento de moradia pública.

Fonte: Asahi 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão