Suga busca reduzir tarifas de celular

Publicado em 18 de setembro de 2020, em Sociedade

Ministro das comunicações citou que outros países chegaram a uma competição saudável entre operadoras e que as tarifas caíram 70% na Alemanha e França.

Neste Artigo:
&nbspSuga busca reduzir tarifas de celular
Suga pediu ao ministro das comunicações que elabore soluções para reduzir tarifas de celular no Japão (NHK)

O primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga instruiu o ministro de assuntos internos e comunicações a trabalhar para reduzir as tarifas de celular.

Publicidade

Suga se encontrou com Ryota Takeda no escritório do primeiro-ministro nesta sexta-feira (18).

Takeda disse aos repórteres após a reunião que Suga pediu a ele que trabalhasse para chegar a tarifas de celular mais baixas.

Ele disse que a questão está intimamente ligada às vidas das pessoas e que ele fará o máximo para surgir com uma solução assim que possível. O ministro não acha que um desconto de cerca de 10% seja suficiente.

&nbspSuga busca reduzir tarifas de celular
O ministro de assuntos internos e comunicações Ryota Takeda fala com repórteres nesta sexta-feira, 18 de setembro (NHK)

Ele citou que outros países chegaram a uma competição saudável entre operadoras através de várias políticas e apontou que as tarifas caíram 70% na Alemanha e França.

Takeda acredita que tarifas mais baixas são possíveis e indicou que buscará esforços por parte das operadoras de telefonia móvel.

Takeda afirma saber que as operadoras estão tomando medidas, como investir em equipamento, e que elas precisam manter boa gestão. Ele acrescentou que ouvirá tanto o lado das operadoras como dos usuários antes de surgir com uma solução.

Fonte: NHK


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão