Indústria florestal continua sendo o ambiente de trabalho mais perigoso no Japão

Publicado em 17 de setembro de 2020, em Sociedade

A indústria florestal no Japão continua sendo de longe o ambiente de trabalho mais perigoso.

Neste Artigo:
&nbspIndústria florestal continua sendo o ambiente de trabalho mais perigoso no Japão
Homem cortando árvore com motoserra (ilustrativa/banco de imagens PM)

Apesar de um leve declínio em acidentes fatais neste ano, a indústria florestal do Japão continua sendo de longe o ambiente de trabalho mais perigoso.

Publicidade

Agravando o problema para trabalhadores, a maioria das geralmente pequenas empresas da indústria não conta com seguro, dificultando garantir indenizações adequadas por incidentes.

Famílias enlutadas de vítimas estão pedindo por uma revisão da gestão da segurança relaxada da indústria e se voltando para tribunais para ajuda.

Em março, o Tribunal do Distrito de Tottori ordenou a uma companhia florestal que pagasse ¥27 milhões em indenização pela morte de um funcionário em um acidente causado pela queda de uma árvore há 5 anos. A ação foi apresentada pela mãe de Atsushi Inada, residente de Tottori, que na época do acidente tinha 28 anos.

Enquanto a morte tenha sido reconhecida como um acidente de trabalho, tornando a família elegível para indenização, a companhia não estava coberta por seguro, de acordo com o advogado da mãe da vítima.

No Japão, seguro obrigatório não é aplicável a companhias de pequeno porte, como aquelas na indústria florestal que não contratam trabalhadores em uma base regular ou o número anual de contratos temporários é de 300 ou menos.

Visto que tais pequenas empresas geralmente não são capazes de bancar seguro voluntariamente, a maioria acaba ficando sem cobertura.

No processo, a mãe da vítima argumentou que a companhia não havia fornecido educação de segurança suficiente aos funcionários. O presidente da companhia, entretanto, alegou que Inada foi responsável pela própria morte.

“Ficar perto de uma pessoa cortando uma árvore é um comportamento suicida”, disse ele.

Mas o tribunal reconheceu a negligência do empregador por falhar em estabelecer uma área de trabalho apropriada.

A Agência Florestal, por sua parte, mantém que não pode forçar companhias na indústria a se inscreverem em um seguro voluntário, embora elas as encorajem a fazer isso.

Yukimi Maeda, chefe da associação cooperativa de proprietários florestais na província de Tottori disse que a maioria de suas companhias membro simplesmente não tem dinheiro para adquirir um seguro.

Acidentes em declínio

Acidentes no trabalho estão em declínio na indústria florestal, de acordo com a agência e o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar.

Em 2019, houve 1.248 acidentes envolvendo morte ou lesão resultando na suspensão de trabalho por 4 dias ou mais, queda de 3.191 em 1999.

Além disso, há cerca de 10 mortes por ano de pessoas que trabalham na área florestal não reconhecidas como acidentes na indústria porque elas trabalhavam por conta.

Governos locais realizam seminários ou convenções sobre segurança na indústria florestal para ajudar a endereçar suas medidas de segurança relaxadas, entretanto, a participação não tem sido disseminada o suficiente para aumentar a conscientização de segurança.

Fonte: Japan Today


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão