Ossos de mais de 1,5 mil pessoas encontrados em local de construção em Osaka

Publicado em 18 de agosto de 2020, em Sociedade

Dado o grande número de pessoas enterradas, suspeita-se que os sepultamentos ocorreram após uma peste ter causado a morte de muitos em um curto período de tempo.

Neste Artigo:
&nbspOssos de mais de 1,5 mil pessoas encontrados em local de construção em Osaka
Osaka é a terceira maior cidade do Japão em termos de população (banco de imagens PM)

Atualmente, Osaka, a terceira maior cidade do Japão em termos de população, continua a ser um local movimentado. Bem agora há um projeto de redesenvolvimento acontecendo na área ao norte da estação de Osaka, e durante pesquisas de construção, o passado, presente e futuro da cidade se cruzaram.

Publicidade

O distrito em torno da estação de Osaka é chamado de Umeda, e a subseção onde o projeto de redesenvolvimento está ocorrendo é chamado de Umekita (combinando Umeda e Kita/norte).

Mas muito tempo atrás, ele era conhecido como Umeda Haka, ou Túmulo Umeda, um dos sete principais cemitérios de Osaka.

Por causa disso, equipes de pesquisa do plano de redesenvolvimento Umekita encontraram os ossos de mais de 1,5 mil pessoas no local do projeto, de acordo com um anúncio recente do Conselho de Educação da Cidade de Osaka e da Associação de Propriedades Culturais da Cidade de Osaka.

&nbspOssos de mais de 1,5 mil pessoas encontrados em local de construção em Osaka
O local onde os ossos foram encontrados (city.osaka)

Vários locais de sepultamento foram observados, variando de urnas de madeira fechadas a contêineres similares a barris abertos, assim como caixões de cerâmica conhecidos como kameganbo (urnas de tartaruga).

Enquanto a cremação seja norma do Japão nos dias atuais, os pesquisadores encontraram restos mortais cremados e não cremados.

Vários dos corpos também haviam sido enterrados com itens como juzudama (tipo de rosário), rokusenmon (um conjunto de seis moedas para pagar passagem pelo Rio Sanzu, o qual dizem separar o mundo em vida e após a morte), canos e bonecos de argila.

Em outra parte do local, separada da área das urnas por uma muralha de pedras, foi encontrada uma sepultura em massa com restos mortais cobertos apenas por terra.

Dado o grande número de pessoas que aparentemente foi enterrado ao mesmo tempo, pesquisadores suspeitam que os sepultamentos ocorreram após uma peste ter causado a morte de muitos em um curto período de tempo.

Essa não é a primeira vez que em uma área em desenvolvimento em Osaka foram descobertos restos mortais, visto que uma pesquisa em 2017 encontrou ossos de cerca de 200 pessoas.

A nova descoberta, no entanto, é a maior de todas em Osaka.

Pesquisadores acreditam que as sepulturas na mais recente descoberta eram de pessoas comuns, e não de membros da aristocracia, e mais estudos poderiam render novas visões sobre os estilos de vida e costumes de sepultamento do dia a dia de japoneses nos anos finais do período Edo (1603-1868) e nos primeiros 20 anos do período Meiji (1868-1912), quando o cemitério ainda estava em uso ativo.

A atual pesquisa de escavação deve continuar até o fim de agosto. A área trabalhada não é aberta ao público em geral.

Fonte: City Osaka


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão