Produção industrial do Japão em junho aumenta pela 1ª vez em 5 meses

Publicado em 31 de julho de 2020, em Sociedade

A atividade econômica que havia paralisado em meio a pandemia de Covid-19 começou a entrar no ritmo, mostraram dados do governo em 31 de julho.

Neste Artigo:
&nbspProdução industrial do Japão em junho aumenta pela 1ª vez em 5 meses
Trabalhador operando máquina em fábrica (ilustrativa/ banco de imagens PM)

A produção industrial do Japão aumentou pela primeira vez em 5 meses no mês de junho, enquanto a atividade econômica que havia paralisado em meio a pandemia de coronavírus começou a entrar no ritmo, mostraram dados do governo nesta sexta-feira (31).

Publicidade

O índex de produção ajustado sazonalmente em fábricas e minas subiu 2,7% ante o mês anterior para 80.3 contra a base de 100 de 2015, disse o Ministério da Economia, Comércio e Indústria em um relatório preliminar.

A recuperação levou o ministério a dizer que a produção industrial “atingiu o ponto mais baixo” e mostra sinais de “crescimento”, uma atualização de “diminuindo rapidamente” em abril e maio.

A produção de montadoras se recuperou porque alguns mercados no exterior que haviam se debilitado sob medidas de lockdown começaram a reabrir e interrupções nas redes de fornecimento foram resolvidas. No Japão, a suspensão do estado de emergência nacional no fim de maio trouxe os consumidores de volta aos showrooms.

“Algumas fábricas ainda estão operando em capacidade limitada, mas muitas estão agora estão de volta ao normal”, disse um oficial do ministério.

Fabricantes de máquinas como escavadoras e aquelas usadas para fazer telas também registraram aumento de produção, enquanto a de químicos e de papel diminuui.

Baseado em uma pesquisa com fabricantes, a previsão de aumento de produção industrial seria de 11,3% em julho e de 3,4% em agosto.

Contudo, um recente aumento nos casos de coronavírus no Japão, principalmente em centros urbanos como Tóquio e Osaka, dificulta previsões detalhadas, disse o oficial do ministério.

A administração do primeiro-ministro Shinzo Abe disse que não pedirá um outro estado de emergência, visto que ela busca balanço ao controlar a pandemia com a introdução da economia em um caminho de recuperação.

“Mas se novas infecções continuarem a aumentar, pode ser necessário trazer de volta restrições sobre atividade econômica”, disse Takeshi Minami, economista chefe no Instituto de Pesquisa Norinchukin.

Fonte: Japan Times


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão