Parque temático no estilo do Disneyland é planejado em Yokohama

Publicado em 21 de julho de 2020, em Sociedade

O parque temático seria construído em uma área que foi usada pelas forças dos EUA por décadas.

Neste Artigo:
&nbspParque temático no estilo do Disneyland é planejado em Yokohama
Roda-gigante de parque (ilustrativa/ banco de imagens PM)

Planos estão na mesa para construir um parque temático no formato do Tokyo Disneyland em um lugar na cidade portuária de Yokohama (Kanagawa) que foi usado pelas forças militares dos EUA por décadas, apesar de objeções de residentes locais.

Publicidade

A Sotetsu Holdings sediada em Yokohama lançou o projeto com proprietários e arrendatários do lote de terras que serviu como a Instalação Naval de Suporte Kamiseya dos EUA.

O governo da cidade de Yokohama está entusiasmado para o projeto seguir em frente e deve realizar ações para construir novos sistemas de transporte público e melhorar a infraestrutura local a fim de aprimorar o valor do lote de terra.

Pelo menos ¥130 bilhões ($1,21 bilhão) seriam investidos no projeto, cuja maior parte seria paga com fundos públicos, disseram analistas.

Nesse ponto, entretanto, continua incerto se a Sotetsu Holdings e autoridades da cidade podem atrair uma operadora de negócios.

O antigo local naval, que cobre cerca de 242 hectares e passa pelos distritos de Seya e Asahi de Yokohama, foi tomado pelas forças dos EUA após a 2ª Guerra Mundial e devolvido aos donos e arrendatários em 2015.

Cerca de 45% do local, a maioria de área agrícola e campos, é de propriedade de indivíduos, com o governo central detendo outros 45%. Cerca de 9% é de propriedade da cidade.

&nbspParque temático no estilo do Disneyland é planejado em Yokohama
Vista aérea da antiga Instalação de Suporte Naval Kamiseya em Yokohama (Wikimedia/Ministério da Terra, Infraestrutura e Transporte)

Um conselho conjunto formado por cerca de 240 proprietários e arrendatários concordou com o governo da cidade em desenvolver 125 hectares do local como “zona” de turismo.

Em abril de 2019, a Sotetsu Holdings lançou a ideia para o conselho conjunto que “desenvolver o turismo através de um parque temático é o melhor plano possível”, de acordo com um documento interno obtido pelo jornal Asahi.

A companhia disse que contratou uma empresa estrangeira de pesquisa para conduzir um estudo encomendado e concluiu que desenvolver um parque temático superdimensionado é um plano viável por causa de sua proximidade à área metropolitana de Tóquio e habilidade de atrair residentes e turistas.

O conselho conjunto decidiu então focar em discussões sobre desenvolver um parque temático, de acordo com oficiais da cidade.

A Sotetsu Holdings foi nomeada a “parceira de discussões” do conselho em outubro de 2019.

Em dezembro do ano passado, a prefeita de Yokohama, Fumiko Hayashi, declarou uma política para “desenvolver atrações complexas centradas em um parque temático”.

A cidade construirá zonas para promover agricultura e outros projetos com a meta de criar um desenvolvimento de cidade que pode atrair 15 milhões de visitantes por ano para a área.

Uma companhia de filmes líder nos EUA está na lista de candidatos para operar o parque temático, de acordo com oficiais da cidade.

Uma vez construído, espera-se que o parque temático atraia entre 6,5 a 13 milhões de visitantes por ano, similar em escala ao Tokyo Disneyland e Tokyo DisneySea em Urayasu (Chiba), e ao Universal Studios Japan em Osaka.

O governo da cidade também planeja realizar uma exibição de jardinagem e de horticultura de março a setembro de 2027, para promover o desenvolvimento da área.

Em janeiro, o governo central designou a área como zona especial para reestruturação, que provou ser uma grande incentivo para autoridades da cidade acelerarem o trabalho sobre o projeto.

Embora a via expressa Tomei passe perto do antigo local naval, a cidade deve autorizar a construção de um novo sistema de transporte que conectaria a estação de Seya da linha Sotetsu ao parque temático, a 2Km de distância.

Se as coisas acontecerem como o planejado, o parque temático será aberto parcialmente na época da exibição, disseram oficiais.

O governo da cidade deve gastar ¥70 bilhões no novo sistema de transporte e ¥ 60 bilhões na melhoria de infraestrutura de terra, de acordo com uma estimativa.

Oposição de residentes locais

Entretanto, residentes nas proximidades do proposto local de construção se opuseram ao projeto.

“O que os proprietários e arrendatários querem foi dar prioridade sobre as vozes dos residentes, e isso não está certo”, disse um deles.

“Eu realmente espero que a cidade e a desenvolvedora reflitam sobre como os residentes se sentem em relação ao projeto”, disse outro.

Yuji Yamaguchi, professor de estudos de turismo na Universidade Oberlin J.F., manifestou dúvidas sobre a habilidade do desenvolvimento de concorrer com aquele do Tokyo Disneyland ou Tokyo DisneySea.

“Não vi nenhum parque temático de grande escala construído em qualquer lugar no mundo que tem a habilidade de puxar visitantes em massa como os da Disney fazem”, disse Yamaguchi.

“O governo terá que oferecer um massivo suporte para ajudar a venda das parcelas dos lotes e estabelecer condições de locação suavemente”.

Fonte: Asahi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão