‘Não é uma situação para declaração de estado de emergência’, diz Abe

Publicado em 24 de julho de 2020, em Sociedade

Na sexta-feira Tóquio, Osaka, Aichi e outras províncias tiveram altos números de infectados na sexta-feira, novamente.

Neste Artigo:
 ‘Não é uma situação para declaração de estado de emergência’, diz Abe
Primeiro-Ministro Shinzo Abe durante coletiva de imprensa (FNN)

Por volta das 18h de sexta-feira (24) o Primeiro-Ministro Shinzo Abe realizou uma coletiva de imprensa para falar sobre sucessivas confirmações de aumento de novos casos em várias províncias.

Publicidade

Na sexta-feira, testaram positivo 260 pessoas em Tóquio. O elevado número foi pelo quarto dia consecutivo. Osaka teve um número histórico de 149 novos casos; em Aichi foram 60, em Saitama 45, entre outras. 

Até as 19h o Japão teve confirmação de 464 novos casos, com total acumulado de 28.661

Antes da coletiva Abe se reuniu em seu gabinete com Yoshihide Suga, o Secretário-Geral; o Ministro da Reconstrução Econômica, Yasutoshi Nishimura; e Katsunobu Kato, Ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, para os relatos dos números atualizados. 

Não pensa em estado de emergência agora

Para os jornalistas disse “confirmei que o número de pessoas infectadas está aumentando e observo com tensão. No entanto, como dizem os especialistas, a circunstância é diferente da anterior. Não é uma situação para declaração de estado de emergência novamente”.

O próximo passo é evitar o agravamento

Com base nisso disse “ainda temos muita capacidade para fazer testes, por isso trabalharemos com as províncias para avançar na detecção e tratamento precoces dos casos positivos. O próximo passo é evitar o agravamento. Vamos fortalecer a capacidade de testes em hospitais e instalações para idosos. Faremos todos os esforços para evitar infecções em pessoas com doenças subjacentes de alto risco e em idosos”.

Pedido ao povo

Para a população que está em meio ao feriado prolongado de 4 dias solicitou os 3 cuidados básicos, de uso da máscara e higiene das mãos, distanciamento social e evitar locais com aglomeração com pouca ventilação, além de evitar gritar ou falar muito alto como uma das medidas preventivas.

Fontes: FNN e NHK


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão