Exame de saúde online e entrega de remédios por drone: teste é realizado com sucesso

Publicado em 22 de julho de 2020, em Sociedade

A demonstração foi a 1ª do tipo no Japão de um serviço médico integrado sem ser face a face que inclui um exame e remédios entregues por drone.

Neste Artigo:
&nbspExame de saúde online e entrega de remédios por drone: teste é realizado com sucesso
(Imagem ilustrativa/ banco de imagens PM)

Em um primeiro teste para o Japão, um paciente passou por um exame médico e recebeu sua medicação por drone sem precisar de qualquer contato pessoal.

Publicidade

Em uma sala próxima à farmácia dentro de um prédio no campus da Universidade Médica de Asahikawa, um médico conduz um exame online de um paciente.

Ele faz perguntas como, “Sua pressão sanguínea está estável?”, na tela do computador. Um farmacêutico então dá instruções ao paciente, também via internet, explicando como tomar a medicação prescrita.

O teste realizado em 19 de julho foi conduzido sob o pressuposto de que o paciente é um homem diabético na faixa dos 80 anos.

Funcionários, então, fixaram um cooler contendo insulina em um drone, que logo decolou até o asilo onde o homem reside, a cerca de 500 metros de distância da universidade. Quatro minutos depois, o drone chegou.

O resultado foi um sucesso. O paciente teve toda sua consulta feita online e recebeu sua medicação sem ter que sair do prédio e correr o risco de entrar em contato com o coronavírus.

A demonstração foi a primeira do tipo no Japão de um serviço médico integrado sem ser face a face que inclui um exame e remédios/receita médica entregues por drone, de acordo com pessoas envolvidas no projeto.

“Isso levará a uma diminuição no risco de infecção, não somente para pacientes, mas também para profissionais da saúde”, disse Akitoshi Yoshida, presidente da Universidade Médica de Asahikawa.

&nbspExame de saúde online e entrega de remédios por drone: teste é realizado com sucesso
Um drone transportando remédios da Universidade Médica de Asahikawa a um asilo, a cerca de 500 metros de distância, na província de Hokkaido, em 19 de julho (Asahi)

O projeto piloto está recebendo suporte do ministério da economia. Os participantes dele incluem a Ain Holdings, que opera cerca de mil farmácias no país, e uma grande companhia aérea, a ANA Holdings, que detém e opera os drones.

Após a propagação do novo coronavírus, o governo central realizou ações em abril para permitir que todos os tipos de pacientes doentes tenham consultas online ou via telefone se eles obterem aprovação de seus médicos.

O maior desafio desse projeto é a segurança.

Durante o teste, oito funcionários da ANA operaram o drone, monitorando tráfego de veículos e pedestres.

O governo planeja relaxar certos regulamentos para drones no ano fiscal de 2022.

A ANA tem a intenção de comercializar o projeto em áreas rurais e urbanas. Ela também planeja realizar mais testes de segurança e demonstrações.

Fonte: Asahi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão