Cerca de 100 mil ‘Abenomasks’ foram devolvidas ao governo do Japão e órgãos locais

Publicado em 20 de julho de 2020, em Sociedade

Cerca de 100 mil foram devolvidas a autoridades nacionais e locais, ou doadas a organizações privadas.

Neste Artigo:
&nbspCerca de 100 mil ‘Abenomasks’ foram devolvidas ao governo do Japão e órgãos locais
As máscaras de pano Abenomasks (PM)

Após as entregas das máscaras de pano do governo japonês a todos os lares no Japão, cerca de 100 mil foram devolvidas a autoridades nacionais e locais, ou doadas a organizações privadas, foi revelado em entrevistas ao jornal Mainichi.

Publicidade

Embora haja casos em que tais máscaras que foram inicialmente consideradas desnecessárias estejam sendo reutilizadas em outras instalações, elas também causaram problemas a governos locais que não têm uso para os itens que foram devolvidos.

A iniciativa do governo nacional para distribuir duas máscaras de pano a cada lar no Japão a fim de ajudar a reduzir a propagação do novo coronavírus foi promovida pela administração de Abe.

As máscaras foram sarcasticamente chamadas de “Abenomasks” (máscaras de Abe), uma brincadeira com mistura de política econômica “Abenomics” da administração de Shinzo Abe.

Um oficial do governo próximo ao primeiro-ministro Shinzo Abe o avisou que “se máscaras de pano, as quais podem ser usadas várias vezes, forem distribuídas, as preocupações do público sobre uma escassez do item desaparecerá”.

O governo nacional explicou que as entregas de máscaras a lares começaram em 17 de abril e foram concluídas em meados de junho.

Entretanto, houve vários casos em que máscaras consideradas desnecessárias foram enviadas de volta ao Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, tendo chegado a 711 casos desde 6 de julho.

Enquanto um representante do ministério mostrou alívio sobre “o número de máscaras devolvidas que foi menor do que o esperado”, ele também acrescentou: “Não sabemos exatamente o número exato dessas máscaras, e não abrimos os pacotes e não sabemos se elas contêm uma ou duas unidades”.

“Embora estejamos armazenando as máscaras no ministério, é difícil reusá-las e há uma possibilidade de que as descartaremos”.

Também houve casos das máscaras de pano sendo devolvidas ou doadas a governos locais. Um total de 140 enviadas de volta em 70 casos chegou ao governo municipal do distrito de Minato de Tóquio, enquanto de 40 a 60 foram devolvidas em 20 a 30 casos que chegaram ao distrito de Shinagawa, também na capital.

Casos similares ocorreram em governos locais de todo o Japão, mas muitos deles não levantaram números específicos. Um representante de um balcão de informações de um distrito comentou, “Há pessoas que deixam as Abenomasks sem dizer nada, mesmo que não estejamos aceitando doações. Estamos no meio de um busca por instalações para as quais podemos doá-las”.

Muitas máscaras de pano foram entregues à Rengo Hokkaido, uma confederação sindical de comércio na província no extremo norte do Japão.

O número de doações chegou a cerca de 93 mil desde 15 de julho, e a confederação diz que as máscaras também foram agrupadas de áreas nacionais além de Hokkaido.

Embora máscaras estivessem com oferta escassa por volta de 1º de abril quando o primeiro-ministro anunciou a iniciativa de entrega, atualmente a maioria dos lares não precisa das Abenomasks, visto que o problema foi resolvido com o passar do tempo.

Também houve a questão de defeitos que foram encontrados nos itens, como manchas amarelas e mofo. Até 7.917 consultas foram feitas junto ao ministério da saúde pedindo para que tais máscaras fossem trocadas.

Enquanto o ministério tenha dito que recebeu vozes de encorajamento do público do Japão em relação à distribuição de máscaras como, “Quero usá-las com cuidado”, também houve muitas opiniões críticas como, “O projeto não faz sentido”.

Fonte: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão