Partes do Castelo de Shuri em Okinawa serão reabertas ao público

Publicado em 11 de junho de 2020, em Sociedade

As principais construções do castelo foram destruídas em um incêndio em 31 de outubro, o qual suspeita-se ter sido causado por uma falha elétrica.

Neste Artigo:
&nbspPartes do Castelo de Shuri em Okinawa serão reabertas ao público
O símbolo de Okinawa, Shuri-jo, antes do mais recente incêndio em outubro de 2019 (PM)

Partes do Castelo de Shuri na província de Okinawa, que devem ser reabertas para o público pela primeira vez desde o incêndio massivo no local no fim de outubro passado, foram mostradas para a mídia nesta quinta-feira (11).

Publicidade

A partir de sexta-feira (12), os visitantes poderão entrar na área paga do castelo através do portal Hoshin (Hoshinmon) e entrar no saguão principal, o Seiden, que estava entre as estruturas que sofreram incêndio.

Também reabrindo está uma parte no Seiden onde os visitantes podem ver ruínas subterrâneas da estrutura original do castelo, um local de Patrimônio Mundial da UNESCO, através de uma cobertura de vidro.

Os visitantes poderão ver o trabalho de restauração em outras partes do complexo do castelo a partir do deck de observação Agari-no-Azana localizado atrás do Seiden.

“Quero que as pessoas em toda a nação vejam o castelo e espero ter a cooperação de todos para os esforços de reconstrução”, disse um oficial do Departamento Geral de Okinawa do Escritório do Gabinete.

O Castelo de Shuri foi o centro da política, relações estrangeiras e cultura no Reinado Ryukyu de 1429 até a ilha no sul ser anexada ao Japão em 1879.

Ele sofreu incêndios várias vezes, incluindo durante a 2ª Guerra Mundial, e as ruínas do castelo, excluindo construções restauradas, foram registradas como local de Patrimônio Mundial em 2000.

As principais construções do castelo, restauradas em 1992, foram destruídas em um incêndio em 31 de outubro de 2019, o qual suspeita-se ter sido causado por uma falha elétrica.

O governo japonês visa restaurar o símbolo de Okinawa até 2026 após embarcar em uma reconstrução plena em 2022.

A área de entrada paga foi inicialmente programada para abrir ao público a partir do fim de abril, mas foi adiada a fim de reduzir a propagação do novo coronavírus.

Fonte: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão