Exame de sangue para detectar Alzheimer: grupo de pesquisa iniciará ensaios clínicos no Japão

Publicado em 25 de junho de 2020, em Sociedade

A equipe japonesa está buscando ter o novo sistema de teste pronto para o campo dentro de 3 anos.

Neste Artigo:
&nbspExame de sangue para detectar Alzheimer: grupo de pesquisa iniciará ensaios clínicos no Japão
Pacientes de Alzheimer começam a desenvolver proteínas beta-amiloide em seus cérebros cerca de 20 anos antes do início dos sintomas da doença (ilustrativa/PM)

Um grupo de pesquisa japonês deve iniciar ensaios clínicos, antes do fim do mês, de um exame de sangue para detectar Alzheimer, anunciou a equipe em 22 de junho.

Publicidade

A equipe, incluindo pesquisadores do Centro Nacional para Geriatria e Gerontologia – NCGG e a fabricante de equipamentos de precisão Shimadzu, está buscando ter o novo sistema de teste pronto para o campo dentro de 3 anos. Ela também espera que, como os testes não são caros, eles reduzam o peso financeiro sobre os pacientes.

Foi confirmado que pacientes de Alzheimer começam a desenvolver proteínas beta-amiloide em seus cérebros cerca de 20 anos antes do início dos sintomas da doença.

Entretanto, até agora essas podiam ser detectadas apenas com tomografia por emissão de positrões, ou exames PET, os quais custam centenas de milhares de ienes.

O novo teste, enquanto isso, observa as quantidades minúsculas de beta-amiloide que vazam para o fluxo sanguíneo. O método de detectar a proteína no sangue foi anunciado em um documento de 2018 na edição online do jornal científico britânico Nature.

Para os ensaios clínicos, o NCGG se juntará com a Faculdade de Medicina da Universidade Kindai na província de Osaka e o Centro Médico Geriátrico Metropolitano de Tóquio para administrar tanto o teste de sangue quanto o exame PET para cerca de 200 pacientes.

Os resultados serão então comparados para determinar a eficácia do teste de sangue, e felizmente pavimentar o caminho para uma aprovação regulatória.

“Espero que esse teste represente um papel na extensão das expectativas de vida saudável dos idosos e reduzam os custos de lidar com demência”, comentou Akinori Nakamura, chefe do Departamento de Pesquisa Biomarcador do NCGG.

Fonte: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão