Vacina contra coronavírus é improvável neste ano, diz especialista japonês

Publicado em 21 de maio de 2020, em Sociedade

'Acho que irá além do fim do ano, e é difícil prever neste momento o quão rápido uma vacina estará disponível', disse o diretor do NIID em uma sessão parlamentar.

Neste Artigo:
&nbspVacina contra coronavírus é improvável neste ano, diz especialista japonês
(Imagem ilustrativa/PM)

É improvável que o desenvolvimento de uma vacina para prevenir que as pessoas sejam infectadas com o novo coronavírus seja concluído até o fim deste ano, disse na quarta-feira (20) o chefe de um painel governamental de especialistas do vírus.

Publicidade

Enquanto governos e companhias em todo o mundo estão trabalhando para desenvolver vacinas para conter a pandemia, Takaji Wakita disse que será vital garantir sua eficácia e segurança, assim como determinar se elas causam efeitos colaterais.

“Acho que (o desenvolvimento) irá além do fim do ano, e é difícil prever neste momento o quão rápido uma vacina estará disponível”, disse Wakita, diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas – NIID, em uma sessão parlamentar.

“Não tenho certeza qual parte – se é o Japão ou outros países – que chegará ao objetivo primeiro”, disse ele.

&nbspVacina contra coronavírus é improvável neste ano, diz especialista japonês
Takaji Wakita, diretor do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas (NHK)

Na quarta-feira (20) o número de casos de coronavírus no mundo ultrapassou os 5 milhões e causou a morte de mais de 326 mil pessoas, de acordo com um cálculo da Universidade Johns Hopkins.

Em relação à epidemia de coronavírus no Japão, Shigueru Omi, presidente de um comitê conselheiro do governo sobre Covid-19, alertou que mesmo se Tóquio e outras 7 províncias suspenderem o estado de emergência, as pessoas devem ter a consciência de que a infecção pode continuar embora não seja visível.

O governo está considerando retirar a emergência em Osaka, Quioto e Hyogo, todas na região oeste do Japão, dentre 8 províncias no fim desta semana, e o primeiro-ministro Shinzo Abe tomará uma decisão final nesta quinta-feira (21).

Omi disse que infecções locais parecem que estão diminuindo, mas alertou, “é altamente possível que podem se reacender (no Japão) antes do inverno chegar”.

Fonte: Kyodo News and Culture


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!