Uso de máscara será o novo normal nas viagens aéreas em meio à pandemia

Publicado em 26 de maio de 2020, em Sociedade

Muitas aéreas estão dispostas a atrair negócios ao eliminar a preocupação dos passageiros sobre a infecção, mesmo se isso significar medidas mais rigorosas.

Neste Artigo:
&nbspUso de máscara será o novo normal nas viagens aéreas em meio à pandemia
Passageira usando máscara em avião (ilustrativa/PM)

Uma das maiores companhias aéreas do Japão planeja tornar obrigatório o uso de máscaras, visto que a indústria muda para operar em um novo normal provocado pela pandemia do novo coronavírus.

Publicidade

A partir de junho, a All Nippon Airways – ANA exigirá que todos os passageiros usem máscaras dentro de aeroportos e a bordo das aeronaves.

Aqueles que se recusarem a usar não poderão embarcar, o que significa que a ANA está dando um passo a mais do que as diretrizes de conselho da indústria de aviação as quais aconselham que um “pedido” deve ser feito para que os passageiros usem o acessório de proteção.

Membros da tripulação usarão máscaras e os que trabalham em terra também usarão escudos faciais, disse. Grandes aéreas, incluindo a ANA, também instalaram cortinas de plástico em balcões de check-in.

A indústria da aviação vem sendo duramente atingida pela pandemia do vírus, e muitas aéreas estão dispostas a atrair negócios ao eliminar a preocupação dos passageiros em relação à infecção, mesmo se isso significar a aplicação de medidas mais rigorosas do que as recomendadas.

JAL e Skymark Airlines

A Japan Airlines – JAL e a Skymark Airlines disseram que evitarão alocar passageiros em poltronas adjacentes para permitir que certa medida de distanciamento social seja mantida. A JAL disse que a medida é temporária e destinada a aliviar a preocupação das pessoas em relação a contato próximo com outros passageiros.

A Associação Internacional de Transportes Aéreos – IATA não recomenda tal medida, dizendo que “o uso de máscaras por passageiros e tripulação reduzirá o risco já baixo, enquanto evita aumento de custos dramáticos a viagens aéreas que medidas de distanciamento social a bordo trariam”.

Segundo a IATA, o risco de transmissão em aeronaves é baixo se comparado a outros meios de transporte público, possivelmente devido à configuração em que todos os passageiros estão virados para frente, taxas de fluxo de ar sendo altas e o uso de filtros de ar de partículas de alta eficiência nas cabines.

Outras aéreas no globo

Outras aéreas em todo o globo tomaram medidas ainda mais drásticas, com a Qatar Airways fazendo com que as comissárias de bordo usassem vestimentas de proteção em todo o corpo e a Cebu Pacific Air das Filipinas determinada a submeter todos os seus tripulantes a testes de anticorpos para o vírus.

A Finnair da Finlândia decidiu pedir aos clientes que façam o check-in online para evitar aglomerações em aeroportos e encerrou o embarque prioritário, e ao invés disso está pedindo aos passageiros nas últimas poltronas que embarquem primeiro.

Companhias aéreas japonesas ainda devem anunciar se implementarão medidas antivírus mais rigorosas para suas rotas internacionais que envolvem voos mais longos e, portanto, um risco aumentado de infecção.

Fonte: Kyodo News and Culture


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão