Maioria das áreas no Japão reabrirá suas economias na segunda-feira

Publicado em 31 de maio de 2020, em Sociedade

Contudo, especialistas pedem à população que se mantenha em alerta contra uma 2ª onda mesmo após as restrições serem relaxadas ou suspensas.

Neste Artigo:
&nbspMaioria das áreas no Japão reabrirá suas economias na segunda-feira
Pessoas de máscara em Ginza, Tóquio (PM)

Trinta e oito das 47 províncias do Japão devem reabrir completamente suas economias na segunda-feira (1º), visto que elas buscam atingir um balanço entre reconstruir suas atividades afetadas pelo coronavírus e implementar medidas a fim de prevenir uma segunda onda de infecções.

Publicidade

Escolas também serão reabertas em todo o país, uma semana após o primeiro-ministro Shinzo Abe ter suspendido integralmente o estado de emergência da nação declarado por causa da pandemia.

Com negócios retomando em estágios desde o início de maio, um total de 38 províncias como Hokkaido, Aichi e Hyogo suspenderão restrições nas operações de lojas e instalações de lazer na segunda-feira.

Dado o baixo número de casos de infecções, as províncias de Okayama e Tokushima não haviam solicitado que negócios suspendessem operações como parte de esforços para reduzir a propagação do vírus.

Nas sete províncias restantes incluindo Tóquio e Fukuoka, tais pedidos serão mantidos para negócios com registros de infecções por clusters (aglomerados), como clubes com música ao vivo.

Com um número decrescente de novas infecções, Tóquio deve entrar na segunda-feira na segunda fase de um relaxamento das restrições de negócios, as quais incluem a reabertura da maioria de instalações como cinemas, ginásios de esportes e cursinhos.

Mas a situação continua no balanço em Tóquio, que vem sendo o local mais afetado no Japão pelo vírus que causa pneumonia, após o governo metropolitano ter reportado 14 novas infecções na capital no sábado (30).

Embora o número tenha sido uma queda dos 22 registrados na sexta-feira (29) e de um pico de mais de 200 em meados de abril, o número chegou aos dois dígitos pelo quinto dia consecutivo. Ele tem estado em um leve aumento desde o dia em que Abe suspendeu a emergência com a média diária ao longo dos últimos sete dias situando-se a 13.4.

O pedido em Fukuoka, enquanto isso, afetará somente Kitakyushu, cidade que vem registrando um aumento no número de novas infecções com 16 reportadas no sábado.

O número diário começou a aumentar desde 23 de maio com 85 casos confirmados no total nos últimos 8 dias.

Falando com os jornalistas no sábado, o ministro da revitalização, Yasutoshi Nishimura, manifestou um senso de alarme com os recentes números de infecções em Tóquio e Kitakyushu.

Além de Tóquio e Fukuoka, os governos provinciais de Ibaraki, Saitama, Chiba, Yamanashi e Gifu também manterão o pedido de que certos negócios suspendam temporariamente as operações.

Especialistas em doenças infecciosas estão pedindo à população que se mantenha em alerta contra uma segunda onda de infecções mesmo após as restrições serem relaxadas ou suspensas.

Após a declaração de Abe do fim da emergência nacional por causa do vírus, escolas do ensino primário, ginasial e colegial retomarão as aulas na segunda-feira.

Contudo, em Tóquio e outros municípios com muitos casos de infecções reportados até agora, escolas devem implementar horários de chegada escalonados e horas de aulas reduzidas para os estudantes.

Fonte: Kyodo News and Culture


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão