População de Osaka é a que mais colabora no #FiqueEmCasa

Publicado em 30 de abril de 2020, em Sociedade

Com meta de 80% no isolamento social a população de Osaka é a que mais colabora, chegando a quase 90%. Veja nas outras capitais.

Neste Artigo:
&nbspPopulação de Osaka é a que mais colabora no #FiqueEmCasa
Avenida Midosuji em Yodoyabashi, cidade de Osaka, vazia de tráfego e de pessoas, às 13h de quarta-feira (MBS)

No feriado Dia de Showa (29) a NTT DoCoMo realizou um levantamento do movimento das pessoas nas 47 províncias, através do smartphone, preservando a privacidade dos usuários.

Publicidade

Osaka foi a cidade e a província mais colaborativa na campanha #FiqueEmCasa como forma de controle do aumento da infecção pelo novo coronavírus. 

As análises foram feitas por volta das 15h comparando com dados médios de janeiro e fevereiro deste ano.

Na região central de Umeda, próximo à estação de Osaka, foi observada redução de 87,6%. Caso queira assistir à reportagem da MBS TV toque aqui e veja os principais pontos de Osaka vazios.

&nbspPopulação de Osaka é a que mais colabora no #FiqueEmCasa
Dotonbori, icônico point em Osaka, vazio, por volta das 13h de quarta-feira (MBS)

Também foram observadas queda brusca de movimento nas vias expressas, que estariam congestionadas no feriado de Golden Week, e também no KIX-Aeroporto Internacional de Kansai, quase sem ninguém.

Média de 70% de redução 

Na comumente movimentada área de Shinjuku, em Tóquio, a queda foi de 81,7%, portanto no índice esperado pelo governo. Mas, em Shibuya foi de 77,8%.

Em outras capitais do país, como em Yokohama (Kanagawa) e a área de Tenjin, em Fukuoka (província homônima), foram observadas queda de 78,2% e 76,9%, respectivamente, bem próximas das metas.

Nas proximidades da estação de Omiya (Saitama), Sannomiya em Kobe (Hyogo) e estação de Chiba (cidade e província homônimas), os índices foram de 74%, 70,5% e 70,2%, respectivamente.

&nbspPopulação de Osaka é a que mais colabora no #FiqueEmCasa
Shinjuku, em Tóquio, vazia, por volta das 10h (ANN)

Em outras províncias consideradas de vigilância especial também não chegaram à meta. Nas proximidades da estação de Quioto foi de 77,8%, da estação de Nagoia (Aichi) foi de 77,6%, ao redor da estação de Kanazawa (Ishikawa) foi de 74,9% e de Sapporo (Hokkaido), de 71,5%. 

Embora Hiroshima não seja uma dessas de vigilância especial, o povo colaborou mais, com 70,8% de redução. 

Locais abaixo dos 70% ou quase nada de redução 

Nas proximidades de outras estações como de Mito (Ibaraki), foi de 57,5%, de Gifu foi de 57,3%, Sendai (Miyagi) foi de 68,3% e Takamatsu (Kagawa), de 50,1%.

Nos demais locais os percentuais foram bem baixos, ficando bem aquém do esperado. Na Kokusai Doori em Naha (Okinawa) foi de 30,4%, em Otsu (Shiga) foi de 10,4% e Kofu (Yamanashi) foi de 18,1%. Ou seja, nesses locais as pessoas não estão preocupadas com o controle do aumento da infecção.

Fontes: MBS, ANN e NHK


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!