Como preencher o formulário para receber o benefício dos ¥100.000

Publicado em 28 de abril de 2020, em Sociedade

O benefício é por pessoa da família. Portanto, se são em 4 todos têm direito a receber, desde que estejam registrados no mesmo endereço, somando ¥400.000.

Neste Artigo:
&nbspComo preencher o formulário para receber o benefício dos ¥100.000
Cartão do banco, Zairyu Card, inkan e caneta preta (PM)

As prefeituras de todo país receberam o formulário do governo na segunda-feira (27) para o pedido para recebimento do benefício dos 100 mil ienes por pessoa, como uma das medidas de emergência por causa do novo coronavírus.

Publicidade

O MIC-Ministério dos Assuntos Internos e Comunicações alterou o formulário para o benefício, usado em 2009, também como medida de emergência por causa da crise chamada de Lehman Shock em japonês. Foi usado um dispositivo chamado de OCR, leitor ótico de caracteres, para facilitar a leitura. E já comunicou as prefeituras. 

O formulário tem frente e verso, por isso, veja como proceder. Prepare uma caneta preta, um documento de identificação, inkan e o cartão da conta bancária.

&nbspComo preencher o formulário para receber o benefício dos ¥100.000
Dependendo da prefeitura pode ser que venha um formulário a mais (o da esq.) e o outro em frente e verso

Frente

Na parte frontal se deve preencher os campos indicados com caneta preta, embora no exemplo tenha sido usado o azul e vermelho apenas para diferenciar. 

&nbspComo preencher o formulário para receber o benefício dos ¥100.000
Formulário e como preencher (PM)

Comece colocando a data, sempre lembrando que este é o ano 2 da era Reiwa, seguido de mês e dia.

Se não tiver escrito o nome da cidade, coloque-o. 

Depois vem o nome do(a) titular da família e é preciso colocar furigana. No caso do estrangeiro preencha conforme está no Zairyu Card. E é preciso bater o carimbo pessoal chamado de inkan.

Do lado escreva a data de nascimento (ano japonês), marcando um círculo em volta do Meiji, Taisho, Heiwa ou Heisei. Escreva o endereço completo e o número de telefone com o qual se consegue contato durante o dia.

No campo dos nomes há espaço para 6. Comece com o nome do titular da família, escrevendo isso ao lado (世帯主), esposa (妻) e filho(a) (子), com as respectivas datas de nascimento lembrando de escrever o nome da era. No caso da família monoparental, a qual a mãe é a titular, basta escrever 世帯主 em frente ao nome e 子 indicando filho(a).

No final coloque o valor total da família.

Logo abaixo tem 2 campos onde deve escolher se prefere o depósito em conta bancária ou na conta do Yuucho Bank, dos Correios. É um dos dois. 

Veja abaixo como fica um exemplo preenchido, lembrando que tem que ser com caneta preta.

&nbspComo preencher o formulário para receber o benefício dos ¥100.000
Modelo de como fica preenchido em japonês (Pref. Ichikawa)

No verso 

&nbspComo preencher o formulário para receber o benefício dos ¥100.000
Verso do formulário (PM)

É preciso providenciar cópia do documento de identificação (Zairyu Card ou carta de motorista) e do cartão do banco ou do Yuucho Bank. Recorte-a e cole conforme mostra a imagem ilustrativa. Jamais envie o original. 

&nbspComo preencher o formulário para receber o benefício dos ¥100.000
Modelo de como fica com as cópias coladas (Pref. Ichikawa)

Observações

Se a prefeitura não enviou o envelope-resposta é preciso providenciar um, do tipo mais longo, para dobrar esse formulário em 3 partes, colocá-lo, selar e levar a uma caixa postal.

Tem prefeituras, como a de Ichikawa (Chiba), que solicitam aos beneficiários que baixem o formulário de sua página para agilizar o processo. Cada um imprime a sua e depois manda pelo correio.

Dependendo da prefeitura pode ser que seja necessário assinar um termo de concordância de que a prefeitura poderá usar esses dados bancários para outras transações, como é o caso de Ichikawa.

&nbspComo preencher o formulário para receber o benefício dos ¥100.000
Douisho ou termo de concordância (Pref. Ichikawa)

Quem não está com o endereço atualizado a recomendação é ir à prefeitura ou subprefeitura e fazer isso.

Os envelopes das prefeituras começaram a ser despachados a partir de segunda-feira. E cada uma delas tem autonomia para decidir pela data em que começam a efetuar os respectivos pagamentos.

Se é vítima de violência doméstica

No caso da vítima de violência doméstica, a qual está sob proteção em outro endereço que não o mesmo do marido agressor, deve avisar a prefeitura do local para fazer o procedimento separado e poder receber para si e para os filhos.

Presidiário e homeless

Os que não possuem teto podem contar com a ajuda de alguma instituição para poder fazer o registro do cidadão e ficar apto ao recebimento. 

Os presos, tanto em presídio, reformatório, quanto em penitenciária, também têm direito, desde que tenha endereço registrado. 

No caso dos estrangeiros, como é preciso que esteja no país com visto com mais de 3 meses, quem estiver overstay não se enquadra como beneficiário.

Para quem quer fazer online

Se prefere fazer o pedido online pode acessar ao site do portal My Number (toque aqui para abrir), para quem está inscrito nesse sistema. Pode escolher entre o japonês ou inglês, mas será preciso ter um leitor de código de barras. Por isso, se preferir fazer online, peça ajuda para alguém fluente em um desses 2 idiomas. Caso prefira baixar o app para fazer tudo pelo smartphone procure por Myna.

Fontes: Tokyo Shimbun, NHK, Watch Impress, Nikkei, Asahi e pref. de Ichikawa


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão