Fábrica no Japão produzirá baterias de plástico que não pegam fogo

Publicado em 21 de fevereiro de 2020, em Sociedade

O novo tipo de bateria recarregável resistente ao fogo é feita quase que inteiramente de plástico. A Sanyo Chemical planeja iniciar as operações em massa em uma nova fábrica na província de Fukui ano que vem.

Neste Artigo:
&nbspFábrica no Japão produzirá baterias de plástico que não pegam fogo
Bateria de íon de lítio recarregável (ilustrativa/PM)

A Sanyo Chemical Institutes do Japão visa começar no ano que vem a produção em massa de um novo tipo de bateria recarregável resistente ao fogo feita quase que inteiramente de plástico.

Publicidade

Uma fábrica de 15 bilhões de ienes para a produção das novas baterias deve começar as operações na primavera de 2021.

A fábrica, que a Sanyo Chemical descreve como a primeira de sua escala no mundo, produzirá baterias de íon de lítio de plástico que não pegam fogo mesmo se perfuradas por um prego ou broca.

A startup de Tóquio, a APB, a qual a Sanyo Chemical assumiu controle no ano passado, vai equipar a fábrica para produção. A APB foi fundada em 2018 por Hideaki Horie, pesquisador na Universidade de Keio em Tóquio que ajudou a desenvolver o veículo elétrico Leaf da Nissan Motor.

A substituição de metal por plástico em componentes fundamentais como cátodos e ânodos vem sendo considerada como a tecnologia de próxima geração de baterias de íon de lítio. Várias empresas reportaram progresso nesse campo.

Os custos de produção devem ser de até 60% menos em comparação às baterias de íon de lítio convencionais.

A Sanyo Chemical planeja comercializar as baterias de plástico para aplicações como sistemas de energia complementar para fábricas. A capacidade de produção da fábrica será de 1 gigawatt/hora em 2025 – o equivalente à de 25 mil baterias de veículos elétrico ao ano.

A fábrica fica na província de Fukui. A APB levantará cerca de 9 bilhões de ienes para o esforço através de uma oferta privada de ações. A JFE Chemicals e cinco outras companhias japonesas devem comprar o estoque.

Fonte: Asia Nikkei


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!