Imperador emérito Akihito faz 86 anos

Publicado em 23 de dezembro de 2019, em Sociedade

O aniversário do ex-imperador Akihito, em 23 de dezembro, não é mais designado um feriado nacional, como foi durante seu reinado de 30 anos.

Neste Artigo:
&nbspImperador emérito Akihito faz 86 anos
A abdicação de Akihito encerrou a era Heisei e trouxe a nova era Reiwa (Wikimedia/State Department photo by William Ng / Public domain)

O ex-imperador Akihito completou 86 anos nesta segunda-feira (23), marcando seu primeiro aniversário desde que renunciou ao Trono do Crisântemo no fim de abril para se tornar o primeiro monarca japonês a abdicar em cerca de 200 anos.

Publicidade

O imperador emérito continua a viver no Palácio Imperial, mas se retirou amplamente da vida pública desde sua abdicação em 30 de abril, um dia antes de seu filho mais velho, o imperador Naruhito, ascender ao trono.

O aniversário do ex-imperador não é mais designado um feriado nacional, como foi durante seu reinado de 30 anos.

Embora Akihito tenha sofrido um período de anemia cerebral em julho, ele se recuperou e faz caminhadas em torno de sua residência pela manhã todos os dias junto com a ex-imperatriz Michiko, de acordo com a Agência da Casa Imperial.

O casal imperial se mudará para a Residência Imperial Takanawa, que fica no distrito de Minato em Tóquio, no fim de março.

No ano passado, um recorde de 82.850 pessoas visitou o Palácio Imperial para celebrar seu último aniversário como imperador.

Em 2016, Akihito indicou seu desejo de abdicar em uma rara mensagem em vídeo, citando preocupações de que ele não poderia ser capaz de cumprir suas tarefas oficiais em razão de sua idade avançada. O parlamento do Japão promulgou uma legislação extraordinária no ano seguinte a fim de permitir sua abdicação.

Sua abdicação encerrou a era Heisei e trouxe a nova era Reiwa, cujo significado é “bela harmonia”. No Japão moderno, um nome de era “gengo” é usado para a totalidade do reinado de um imperador.

O ex-imperador foi o primeiro monarca japonês entronizado sob a Constituição pós-guerra do Japão, a qual define o imperador como “símbolo de estado” e não dá a ele qualquer poder político.

Sua entronização, em 8 de janeiro de 1989, ocorreu um dia após a morte de seu pai, o imperador Hirohito, postumamente conhecido como imperador Showa, e marcou o início da era Heisei, que significa “alcançado a paz”.

Akihito passou seus anos no trono trabalhando para consolar as vítimas de desastres, incluindo as do terremoto e tsunami de março de 2011 no nordeste do Japão e a subsequente crise nuclear de Fukushima, e homenageando aqueles que perderam suas vidas na 2ª Guerra Mundial.

Junto com a ex-imperatriz Michiko, ele viajou a Saipan em 2005, visitou Palau em 2015 e as Filipinas no ano seguinte para orar pelos mortos de guerra, independentemente da nacionalidade.

O casal visitou um total de 36 países durante a era Heisei e Ahikito se tornou o primeiro imperador japonês a viajar à China.

Fonte: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão