Tufão arrastou vastas quantidades de terra para o oceano, mostra imagem da JAXA

Publicado em 18 de outubro de 2019, em Sociedade

O satélite de observação de mudança climática da JAXA capturou a imagem na manhã de 13 de outubro, um dia após o tufão Hagibis ter tocado o solo no arquipélago japonês.

Neste Artigo:
&nbspTufão arrastou vastas quantidades de terra para o oceano, mostra imagem da JAXA
Imagem de 10 de outubro de 2019, quando o tufão Hagibis se aproximava do arquipélago japonês (banco de imagens PM)

Vastas quantidades de solo fluíram para o oceano nas áreas costeiras que abrangem as regiões de Tohoku e Tokai, após chuva recorde em decorrência do tufão Hagibis, o 19º da temporada, mostra uma imagem de satélite do Japão tirada em 13 de outubro.

Publicidade

A foto, fornecida pela Agência de Exploração Aeroespacial do Japão – JAXA, mostra o escoamento da superfície de foz de rios carregando solo 10 a 20 quilômetros para o mar.

&nbspTufão arrastou vastas quantidades de terra para o oceano, mostra imagem da JAXA
Imagem do Japão registrada pelo satélite de observação de mudança climática da JAXA, por volta das 10h50 de 13 de outubro mostra a terra fluindo da costa das regiões Tohoku e Tokai (Jaxa via Asahi)

O Shikisai, satélite de observação de mudança climática da JAXA, capturou a imagem por volta das 10h de 13 de outubro, um dia após o tufão Hagibis ter tocado o solo no arquipélago japonês.

“A terra se espalhando para tão longe no mar sugere que o fluxo da corrente do rio estava extremamente rápida naquela hora”, disse Yuuji Sakuno, professor associado de oceanografia de satélite na Universidade de Hiroshima, que analisou os dados de satélite.

&nbspTufão arrastou vastas quantidades de terra para o oceano, mostra imagem da JAXA

A imagem acima mostra a terra que fluiu para o mar após a passagem do tufão Hagibis. As áreas em vermelho indicam águas extremamente turvas e as azuis indicam água limpa. As áreas em branco representam nuvens ou dados perdidos. A imagem foi produzida por Yuuji Sakuno, professor associado na Universidade de Hiroshima, que analisou os níveis de turvação do oceano baseado em uma foto do satélite da Jaxa.

 

Fonte: Asahi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!
Easy Car Ride, carros e financiamentos