De tufão a ciclone extratropical Hokuriku e norte sob vigilância

Publicado em 23 de setembro de 2019, em Sociedade

Mesmo deixando de ser o tufão Tapah, tempestade e chuva intensa devem continuar em ampla faixa no norte do país.

Neste Artigo:
&nbspDe tufão a ciclone extratropical Hokuriku e norte sob vigilância
Andaime derrubado em Fukuoka, por volta das 20h30 de domingo (ANN)

O tufão Tapah se transformou em ciclone extratropical no momento em que estava sobre a Península de Noto, em Ishikawa, às 9h de segunda-feira (23), informou a Agência de Meteorologia do Japão-AMJ.

Publicidade

Devido à área de baixa pressão, a região de Hokuriku está sob tempestade, com rajadas de vento. Com essa influência, as condições atmosféricas se tornam instáveis ​​em uma ampla faixa do leste do Japão, formando nuvens de chuva. 

A previsão é de que o ciclone extratropical se desloque pela costa do Mar do Japão e antes do amanhecer deverá se aproximar das províncias do norte.

Ele continua requerendo vigilância para as rajadas de vento em ampla área, incluindo Kansai, Tokai, Kyushu, Shikoku, Tohoku e Kanto, além de Hokuriku.

30 feridos pelo tufão Tapah

A Agência de Gestão de Fogos e Desastres informou na segunda-feira que o número de feridos em consequência do tufão de número 17 foi de 30. A província que mais gerou vítimas foi Okinawa, com 19, mais 4 em Saga, 3 Nagasaki e 3 em Miyazaki. A maioria foi atingida pelas rajadas de vento. Em Okinawa houve registro de 47m/s enquanto em Nagasaki, de 38m/s.

Em Saga 3 pessoas de uma família foram socorridas por intoxicação de gás carbônico, por estarem usando um gerador movido a gasolina dentro de casa. Nessa ocasião a cidade estava sem energia elétrica. 

Apagões em larga escala

&nbspDe tufão a ciclone extratropical Hokuriku e norte sob vigilância
Em Nagasaki, depois das 20h de domingo (NHK)

Também foram contabilizadas destruições parciais de imóveis nas províncias atingidas. Foram 3 em Okinawa, 2 em Nagasaki e 1 em Miyazaki.

Depois de ter causado apagão em 40 mil pontos em Okinawa, no sábado, no dia seguinte foram cerca de 150 mil locais em Kyushu. Até a manhã de segunda-feira ainda são 34.920 mil locais nas províncias de Nagasaki, Kumamoto, Fukuoka, Saga, Kagoshima e Oita. 

Chuva em Hyogo e Mie

A chuva forte em Mie e Hyogo foi consequência do tufão Tapah. Mesmo distante do olho do tufão há locais como na região de Kihoku (Mie) onde foi registrado índice pluviométrico histórico de 120mm em curto período de tempo, no final da tarde de domingo.

Fontes: NHK, ANN, Tokai TV, Okinawa Times e FNN

 

 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!