Valores de pedágios em rede de via expressa serão ajustados para reduzir tráfego durante as Olimpíadas

Publicado em 26 de agosto de 2019, em Sociedade e atualizado em 27 de agosto de 2019 as 3:03 PM

O sistema deve ser adotado entre 20 de julho e 10 de agosto, e 25 de agosto a 6 de setembro, disseram o governo metropolitano e organizadores dos jogos.

Neste Artigo:
&nbspValores de pedágios em rede de via expressa serão ajustados para reduzir tráfego durante as Olimpíadas
Trecho da rede de via expressa em Tóquio (Wikiemdia/Hide1228)

A Via Expressa Metropolitana de Tóquio ajustará valores de pedágio para veículos particulares durante as Olimpíadas e Paralimpíadas no ano que vem, cobrando mais quando eventos são realizados e menos durante as primeiras horas da manhã, disse o governo metropolitano e organizadores dos jogos na segunda-feira (26).

Publicidade

Sob o chamado sistema de tarifação rodoviária, 1.000 ienes serão adicionados a valores de pedágio regulares das 6h às 22h em Tóquio durante os eventos. Ônibus, táxis, caminhões e veículos assistidos para deficiente pré-registrados estarão isentos da sobretaxa, disseram.

Em uma tentativa de encorajar empresas de logística a usarem estradas tarde da noite ou nas primeiras horas da manhã, os valores de pedágios na rede de via expressa que cobre o centro de Tóquio serão reduzidos pela metade da meia-noite às 4h para veículos equipados com o sistema de coleta eletrônica de pedágio, ou ETC, enfatizaram.

Com a introdução do sistema de tarifação rodoviária, a receita da operadora da via expressa deve expandir. Ela vai investir as figuras extras na atualização de seus sistemas ETC e aumentar as atividades de relações públicas.

O sistema deve ser adotado entre 20 de julho e 10 de agosto, e 25 de agosto a 6 de setembro, disseram o governo metropolitano e organizadores dos jogos.

De acordo com estimativas do ministério dos transportes e da Agência Nacional de Polícia, levaria cerca de 80 minutos para viajar cerca de 18Km entre a vila olímpica e o Novo Estádio Nacional se nenhuma medida for tomada.

Ao realizar medidas como fechar algumas entradas de vias expressas e ajustar as tarifas, o tempo de jornada será de 20 minutos, disseram.

Para mitigar o congestionamento, o governo metropolitano de Tóquio e algumas companhias escalonaram horas de trabalho e introduziram teletrabalho em caráter experimental.

O Ministério da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo conduziu um teste de controle de tráfego em julho, mas não teve sucesso em atingir suas metas.

Fonte: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão