Proporção da população em idade ativa do Japão é a mais baixa do mundo

Publicado em 19 de junho de 2019, em Sociedade

Segundo relatório das Nações Unidas, o Japão tem a menor proporção do mundo de pessoas em idade ativa em relação àquelas que têm 65 anos ou mais.

Neste Artigo:
&nbspProporção da população em idade ativa do Japão é a mais baixa do mundo
Proporção da população em idade ativa no Japão é a mais baixa do mundo (ilustrativa/banco de imagens)

O Japão tem a menor proporção do mundo de pessoas em idade ativa em relação àquelas que têm 65 anos ou mais, de acordo com um relatório das Nações Unias divulgado na segunda-feira (17).

Publicidade

Enquanto a proporção, uma medição da carga colocada sobre a população em idade ativa pelos idosos que não trabalham, está caindo em todo o mundo, e o Japão fica com somente 1.8 pessoa com idade entre 25 a 64 para cada pessoa com 65 anos ou mais, de acordo com o relatório chamado “Perspectiva de População Mundial 2019: Destaques”.

“O Japão em 2019 tem a proporção de suporte potencial mais baixa de todos os países ou áreas com pelo menos 90.000 habitantes”, segundo o relatório do Departamento de Economia e Relações Sociais das Nações Unidas.

Em comparação, a proporção fica a 3.3 na Austrália e Nova Zelândia, e 3.0 na Europa e América do Norte. A África Subsariana tem uma proporção de 11.7.

Até o ano 2050 a projeção é de que 48 países, principalmente da Europa, América do Norte e Leste e Sudeste Asiático, terão proporções de suporte abaixo de 2.

“Esses baixos valores revelam o impacto em potencial da população idosa sobre o mercado de trabalho e desempenho econômico, assim como pressões fiscais que muitos países poderão enfrentar nas próximas décadas em relação a sistemas públicos de cuidados da saúde, aposentadorias e esquemas de proteção social para os de idade avançada”, de acordo com o relatório.

John Wilmoth, diretor da divisão populacional do departamento, disse que as mudanças no suporte ao longo do tempo são “inevitáveis”, apontando para expectativas de vida mais longas e famílias menores.

Ao descrever a sociedade idosa do Japão como “uma história parcialmente positiva” ele sugeriu que o país tome medidas, como mudar a idade de se aposentar e encorajar trabalhadores mais velhos a se manterem na força de trabalho para alterar a proporção de suporte a longo termo.

O relatório também indicou que a população do mundo deve aumentar em 2 bilhões nas próximas três décadas, dos atuais 7.7 bilhões para 9.7 bilhões em 2050.

O estudo conclui que a população mundial poderá atingir o pico no fim deste século a quase 11 bilhões.

A Índia deve ultrapassar a China como a nação mais populosa do mundo no ano 2027.

Pela primeira vez na história, o relatório indicou que em 2018 o número de pessoas com idade acima de 65 anos ultrapassou o de crianças com menos de 5 anos em todo o mundo, o que está levando à probabilidade de ter duas vezes mais idosos do que crianças com menos de 5 anos no ano 2050.

O número de pessoas com mais de 80 anos deve triplicar, de 143 milhões em 2019 para 426 milhões em 2050.

Fonte: Japan Times


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!
Easy Car Ride, carros e financiamentos