Grupo de túmulos antigos em Osaka poderá entrar para lista de Patrimônios Mundiais

Publicado em 14 de maio de 2019, em Sociedade

Se registrado, o número total de locais de patrimônio mundial no Japão aumentará para 23, dezenove culturais e quatro naturais.

Neste Artigo:
&nbspGrupo de túmulos antigos em Osaka poderá entrar para lista de Patrimônios Mundiais
Túmulos em formato de buraco de fechadura (YouTube/History Channel)

Um painel consultivo da UNESCO recomendou adicionar dois grupos de túmulos antigos no oeste do Japão, incluindo o maior do país em formato de buraco de fechadura cujo nome é em homenagem a um imperador, à lista de Patrimônio Mundial Cultural, disse um oficial do governo na terça-feira (14).

Publicidade

Dentre os locais está o mausoléu do imperador Nintoku na província de Osaka, oficialmente chamado de Daisen Kofun. Ele é um dos três maiores túmulos no mundo, juntamente com o Mausoléu do primeiro imperador Qin na China e a Grande Pirâmide de Ginza no Egito.

A lista dos locais, coletivamente chamados de grupos de túmulos Mozu-Furuichi, deve ser oficialmente aprovada em uma reunião no Azerbaijão que será realizada de 30 de junho a 10 de julho do Comitê de Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

Se registrado, o número total de locais de patrimônio mundial no Japão aumentará para 23, dezenove culturais e quatro naturais.

O governo japonês promoveu a lista de 49 túmulos construídos entre o fim do quarto e o fim do quinto séculos, os quais variam em tamanho e formato.

&nbspGrupo de túmulos antigos em Osaka poderá entrar para lista de Patrimônios Mundiais
Coletivamente o grupo de túmulos é chamado de Mozu-Furuichi (YouTube/History Channel)

O mausoléu do imperador Nintoku, que faz parte do agrupamento Mozu na cidade de Sakai, tem um túmulo em formato de buraco de fechadura em seu centro, que tem 486 metros de comprimento. Seu comprimento total, formado pelo fosso ao redor e muralhas, é de 840 metros.

Alguns acadêmicos demonstraram dúvida sobre se o túmulo realmente foi do imperador Nintoku, mas o local continua a ser gerenciado pela Agência da Casa Imperial como um dos mausoléus imperiais no país.

Aproximadamente 10Km ao leste do agrupamento de Mozu está o de Furuichi, que inclui o mausoléu do imperador Ojin, o segundo maior no Japão, com uma extensão de 425 metros.

A primeira vez que autoridades locais propuseram o grupo de túmulos como local candidato a Patrimônio Cultural Mundial à Agência para Assuntos Culturais do Japão foi em setembro de 2007. O governo apresentou uma carta de recomendação à UNESCO para buscar sua lista em janeiro do ano passado.

Fonte: News and Culture


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
IKAI - Empregos no Japão!
Banco do Brasil