Esposa de Carlos Ghosn deixa o Japão: ‘senti risco de vida’

Publicado em 8 de abril de 2019, em Sociedade

Carole declarou para a imprensa francesa que sentiu risco de vida, por isso, deixou o Japão usando passaporte norte-americano. Ghosn foi destituído da diretoria da Nissan.

Neste Artigo:
&nbspEsposa de Carlos Ghosn deixa o Japão: ‘senti risco de vida’
Esposa de Carlos Ghosn seria ouvida depois da sua 4.ª prisão, mas saiu do Japão (ANN)

Depois de a promotoria especial ter apreendido seu telefone celular e passaporte libanês, no dia 4, data em que Carlos Ghosn, 65, foi preso pela quarta vez, Carole, a esposa, também deveria ser interrogada.

Publicidade

No entanto, na noite de 5 ela deixou o Japão usando o seu passaporte norte-americano, declarou para um jornal francês. Também disse “senti risco de vida”. Para o jornal japonês disse “meu marido está sob custódia e não posso ajudar mesmo estando em Tóquio. Posso ser mais útil na França”.

Ela disse que pediu ajuda ao presidente da França Emmanuel Macron, o qual teria respondido positivamente mas não teve mais contato. “Todos abandonaram Ghosn”, declarou Carole.

O motivo da 4.ª prisão de Ghosn é a suspeita de violação da lei de empresas, causando prejuízos para Nissan, onde ocupou o cargo de presidente do conselho.

As verbas da montadora, estimadas em mais de 3,5 bilhões de ienes, enviadas para Omã teriam sido desviadas em parte para as empresas da Carole e do filho.

A esposa tem uma empresa, a Beauty Yatches. Teria adquirido um iate para a família, o qual custou cerca de 1,6 bilhão de ienes, e teria recebido 900 milhões através dessa verba para Omã. Já o filho tem uma empresa de eventos chamada Shogun, o qual também teria sido beneficiado.

Como Carole se encontra fora do país a equipe especial da promotoria não poderá ouvi-la.

Na segunda-feira (8) foi realizada a Assembléia Geral Extraordinária de Acionistas da Nissan, na qual foi decidida a exclusão de Carlos Ghosn e Greg Kelly dos respectivos cargos da diretoria da montadora. A decisão ocorreu sem a presença dele, já que se encontra detido até 14 deste mês.

Fontes: Sankei, ANN e Nikkei 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!