Imperador Akihito inicia série de cerimônias relacionadas à sua abdicação

Publicado em 12 de março de 2019, em Sociedade

Akihito leu um documento direcionado aos ancestrais imperiais dizendo que ele iria abdicar ao Trono do Crisântemo em 30 de abril.

Neste Artigo:
&nbspImperador Akihito inicia série de cerimônias relacionadas à sua abdicação
O ‘hokoku no gi’ teve início por volta das 10h nos recintos do Palácio Imperial (NHK)

Nesta terça-feira (12) o imperador Akihito participou da primeira cerimônia relacionada à sua abdicação, informando aos ancestrais imperais, incluindo Amaterasu-omikami, a lendária deusa do sol, sobre sua intenção de abdicar em 30 de abril.

Publicidade

O ‘hokoku no gi’ teve início por volta das 10h nos recintos do Palácio Imperial, com Akihito vestindo um sokutai, um traje formal tradicional que só pode ser usado por um imperador.

Akihito leu um documento direcionado aos ancestrais imperiais dizendo que ele iria abdicar ao Trono do Crisântemo em 30 de abril. Dizem que a linha imperial descendeu de Amaterasu-omikami.

O mesmo documento foi lido em outros dois santuários no Palácio Imperial dedicado aos antigos imperadores e outros deuses xintoístas.

Um total de nove cerimônias serão realizadas, culminando no ‘taiirei seiden no gi’ em que a abdicação será formalmente anunciada.

O príncipe herdeiro Naruhito também participou da cerimônia em 12 de março usando um sokutai designado para usa posição. Oito membros da família imperial participaram, mas a imperatriz Michiko não pôde estar presente por causa de uma dor recorrente da radiculopatia espondilótica cervical.

Um outro evento estava agendado no Palácio Imperial no fim do dia em que Akihito despacharia seus representantes ao Ise Jingu e aos mausoléus do primeiro imperador, Jimmu, e dos imperadores Komei, Meiji, Taisho e Showa, com anúncios relacionados à sua abdicação.

Seguindo os desejos de Akihito, os gastos pessoais dos membros da família imperial para vida diária e atividades estão cobrindo algumas das 10 cerimônias não designadas como eventos de estado.

Contudo, representantes da agência também esclareceram que não seria um problema usar fundos do estado para pagar pelas cerimônias relacionadas à abdicação porque isso está intimamente ligado à sucessão imperial.

Fonte: Asahi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
IKAI - Empregos no Japão!
Banco do Brasil