106 estrangeiros desapareceram após chegarem ao Japão a bordo de navios de cruzeiro

Publicado em 20 de fevereiro de 2019, em Sociedade

Aparentemente, a maioria dos estrangeiros que sumiram vieram ao Japão para trabalhar ilegalmente com a ajuda de intermediários.

Neste Artigo:
&nbsp106 estrangeiros desapareceram após chegarem ao Japão a bordo de navios de cruzeiro
A região Kyushu, em particular, vivenciou um aumento no número de visitantes estrangeiros que vêm ao Japão a bordo de navios de cruzeiro (ilustrativa/banco de imagens)

Um total de 106 passageiros que vieram ao Japão a bordo de navios de cruzeiro desapareceram após suas chegadas em 2018, ultrapassando a marca de 100 pessoas pela primeira vez, de acordo com o Departamento de Imigração do Ministério da Justiça.

Publicidade

A região Kyushu, em particular, vivenciou um aumento no número de visitantes estrangeiros que vêm ao arquipélago a bordo de navios de cruzeiro usando o programa de isenção de visto do Japão, incluindo muitos da China. Em 2017, tais visitantes contaram por cerca de 70% daqueles que desapareceram.

Aparentemente, a maioria dos estrangeiros que sumiram vieram ao Japão para trabalhar ilegalmente com a ajuda de intermediários. Autoridades da imigração estão intensificando os esforços para prevenir a entrada de tais visitantes no país.

Caso de chinesa que veio como turista e presa em 2017

Um desses estrangeiros é uma chinesa de aproximadamente 50 anos que desembarcou no Porto de Nagasaki no fim de 2017 como turista de um navio de cruzeiro. Ela foi presa depois pela polícia da província.

De acordo com a polícia, o propósito real da visita dela era ver o filho que estava vivendo ilegalmente na província de Saitama. Um intermediário a instruiu através de um serviço de rede de mídia social a usar o navio de cruzeiro.

A mulher então se encontrou com um estudante chinês no Parque da Paz em Nagasaki e foi transportada por ele até Fukuoka onde ela recebeu um bilhete para pegar o trem-bala, permitindo que ela chegasse a Saitama.

A mulher trabalhou em uma fábrica com seu filho para pagar a viagem de volta, mas deixou o trabalho porque as condições eram precárias.

Ela visitou o Departamento Regional de Imigração de Tóquio para relatar o caso às autoridades. Ela e o estudante foram presos pela polícia de Nagasaki em junho e julho do ano passado pela suspeita de violações da lei de imigração.

A polícia também prendeu outros sete cidadãos chineses que haviam sumido após chegarem ao Japão em navios de cruzeiro. Investigadores estão à procura de intermediários os quais eles suspeitam estarem oferecendo trabalhos para esses cidadãos estrangeiros.

Mais de 2 milhões de turistas estrangeiros de navios de cruzeiros

Chegadas de navios de cruzeiro ao Japão estão se tornando populares e 2,44 milhões de estrangeiros desembarcaram no país em 2018. Em 2014 esse número foi de 410 mil.

O aumento ocorre em grande parte por causa da introdução em 2015 de uma permissão de desembarque para turistas de navios de cruzeiro, a qual permite entrada sem a necessidade de visto ao Japão na condição de que os turistas usem designados navios para chegada e saída do Japão e forneçam suas impressões digitais.

Como resultado, o tempo de processamento para turistas foi reduzido. Quase todos os navios de cruzeiro são elegíveis para o programa.

Intensificação das medidas

Oficiais da imigração intensificaram as contramedidas, instruindo operadores de navios de cruzeiro a confirmar a condição financeira dos passageiros com antecedência.

Também foi pedido aos operadores de navios de cruzeiro que apresentem os nomes de todos os passageiros, confirmem seus históricos e barrem a entrada de qualquer um que tenha se envolvido em atividades suspeitas. Em julho do ano passado, pela primeira vez, autoridades da imigração revogaram a permissão de desembarque para um navio de cruzeiro em particular que trouxe a bordo muitos passageiros que sumiram posteriormente.

A professora Megumi Sakamoto da Universidade de Fukushima, que estuda questões relacionadas a trabalhadores estrangeiros, sugere que as autoridades da imigração publiquem seus esforços rigorosos para distinguir estrangeiros que têm a intenção de trabalhar ilegalmente no Japão.

“Se tais medidas não funcionarem, as autoridades então precisam reconsiderar a atual condição de entrada ao Japão”, disse.

Fonte: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!