Explosão de Hokkaido foi equivalente à detonação

Publicado em 20 de dezembro de 2018, em Sociedade

A explosão ocorrida em Sapporo na noite de domingo foi equivalente a uma detonação, avaliam especialistas. Saiba mais.

Neste Artigo:
&nbspExplosão de Hokkaido foi equivalente à detonação
Prédio onde tinha restaurante e imobiliária ficou totalmente destruído (Doshin)

Com 42 vítimas, a explosão ocorrida na noite de domingo (16) em Sapporo (Hokkaido), foi comparada à detonação. Foi pior do que se imaginava. No começo pensava-se que a causa tinha sido o restaurante. Mas depois a perícia encontrou as 120 latas com spray, da imobiliária Apaman, causas da explosão.

Publicidade

Segundo especialistas de Hokkaido, a explosão chegou a quebrar os vidros de prédios no raio de 250 metros, tão forte que foi. A explicação da intensidade da explosão se compara ao que se chama detonação.

&nbspExplosão de Hokkaido foi equivalente à detonação
Vidros trincados e quebrados dos prédios vizinhos (Doshin)

Esse é um processo de combustão supersônica, cuja energia liberada se propaga como uma onda de choque. E é essa onde de choque que comprime as moléculas elevando rapidamente a temperatura ao ponto de ignição.

Um professor da Universidade de Hokkaido, faculdade de engenharia, avalia que essa onda de choque de Sapporo tenha sido de 1.225km/h, ultrapassando a velocidade do som no nível do mar, por isso foi tão destrutiva.

Explosão como a detonação: 34 prédios danificados

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de Sapporo foram 34 edificações danificadas. A mais distante fica a 250 metros do local. A imprensa nacional noticiou que foram 42 feridos, mas a local informou que foram 41 vítimas.

O som da explosão chegou à cidade de Ebetsu, a cerca de 15 quilômetros de distância. Hayasaka, o professor, explicou como isso ocorre. Considerando que o edifício onde ocorreu a explosão se fragmentou em pedaços pequenos e o som chegou tão longe, não é difícil de ocorrer um processo de detonação por causa da alta concentração de gás.

O prédio de 2 andares onde tinha o escritório da Apaman e o restaurante foram destruídos.

Outro professor, Hideyuki Ogawa, da cadeira de Engenharia de Combustão, da Universidade de Hokkaido  disse: “os edifícios em Hokkaido são altamente herméticos devido ao uso de isolamento, por isso o gás deve ter preenchido facilmente o ambiente. Portanto, ao ligar o aquecedor de água para lavar as mãos a faísca provocou imediatamente a explosão”.

Assista aos vídeos do jornal de Hokkaido e veja a hora da contenção das chamas e depois como ficou a área.

Fonte: Hokkaido Shimbun


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
UNIP - Faculdade a distância no Japão