Homem morre de câncer e ministério reconhece que foi pelo trabalho na usina nuclear

Publicado em 5 de setembro de 2018, em Sociedade

Pela primeira vez a morte por câncer foi reconhecida como de consequência no trabalho na usina nuclear.

Neste Artigo:
&nbspHomem morre de câncer e ministério reconhece que foi pelo trabalho na usina nuclear
Homem serviu por 30 anos na Central Nuclear de Fukushima I e morreu de câncer de pulmão (Mainichi)

Um trabalhador na usina nuclear, na faixa dos 50 anos, morreu por causa do câncer de pulmão. A doença foi descoberta em fevereiro de 2016 e a família enlutada deu entrada no pedido de reconhecimento como sendo em decorrência das atividades na usina.

Publicidade

O Ministério do Trabalho, Saúde e Bem-Estar informou na terça-feira (4) que ainda que tenha sido após sua morte, foi reconhecida como doença decorrente do trabalho na Central Nuclear de Fukushima I.

A vítima trabalhou por quase 30 anos em uma empresa cooperada da TEPCO, em Ibaraki. Serviu por 3 décadas na central nuclear e suas atividades foram de envolvimento direto com a radiação.

Logo depois do acidente nuclear, ele trabalhou na descontaminação e também no monitoramento.

A dose cumulativa de exposição nuclear foi de cerca de 195mSv, dos quais 74mSv foram após o acidente da Central Nuclear de Fukushima I.

Este foi o quinto caso de reconhecimento de morte de trabalhadores por exposição à radiação pelo ministério. Anteriormente foram de casos de outras doenças como leucemia e câncer de tireoide. Mas de câncer de pulmão foi a primeira vez e ocorreu em 31 de agosto. 

Fontes: JNN, Asahi e Mainichi Foto aérea: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!