Ruy Ramos e Kato entram no Hall da Fama do Futebol do Japão

Publicado em 2 de agosto de 2018, em Sociedade

O anúncio foi feito pela JFA-Associação de Futebol do Japão e logo Ramos e Kato foram destaques das mídias esportivas.

Neste Artigo:
&nbspRuy Ramos e Kato entram no Hall da Fama do Futebol do Japão
Dois ex-futebolistas de renome, Ramos e Kato, entram para o Hall da Fama do Futebol do Japão (Sponichi)

A JFA-Associação de Futebol do Japão anunciou que os ex-futebolistas Ruy Ramos e Hisashi Kato, os quais tiveram atuações brilhantes, se juntam aos demais no Hall da Fama do Futebol. Apesar do anúncio ter sido feito na quarta-feira (1.º), a cerimônia oficial será realizada na capital, em 10 de setembro, no Museu de Futebol do Japão.

Publicidade

Entraram para o hall pela importante contribuição dos dois ao desenvolvimento do futebol japonês. Tanto Ramos, 61, quanto Kato, 62, já foram atletas da seleção. Kato também trouxe para o Japão medalha de bronze nas Olimpíadas do México.

Ruy Ramos e o amor pelo futebol japonês

O carioca Ramos veio do Brasil em 1977 para o então Yomiuri Club, depois passou a ser Verdy Kawasaki, da J-League. Lá permaneceu até 1996. Foi campeão da J-League 3 vezes, de 1993 a 1995.

&nbspRuy Ramos e Kato entram no Hall da Fama do Futebol do Japão
Ramos, junto com Kato, campões da J-League vestindo a camisa do Verdy (Chuspo e Nikkan Sports)

Em 1989 Ramos obtém a cidadania japonesa como ラモス瑠偉 e integrou a Seleção do Japão, no período de 1990 a 1995. Disputou 32 partidas vestindo a camisa.

&nbspRuy Ramos e Kato entram no Hall da Fama do Futebol do Japão
Ruy Ramos, totalmente recuperado do derrame cerebral em dezembro de 2016 (Sponichi)

Entre 96 e 97 teve passagem no Purple Sanga, em Quioto, mas retorna ao Verdy em 97. E no ano seguinte encerra sua carreira como jogador, mas retorna e só aconteceu definitivamente quando tinha 45 anos. Depois disso atuou como treinador em diversos clubes, no futsal e também no futebol de praia.

Ramos emociona os jornalistas

Em seu discurso ao tomar conhecimento da indicação dedicou “a alegria e o orgulho à mãe e esposa falecidas, aos filhos Fabiano e Fabiana, aos familiares do Brasil, e também a todos que me apoiaram”, falou emocionado.

“Aos 20 anos, com vontade de ajudar minha mãe e de proteger a minha família, joguei desesperadamente. Dediquei minha vida ao futebol japonês mas minha paixão não esfriará. Me recuperei do derrame cerebral. Penso todos os dias no significado de me manter vivo. Amo o futebol japonês, de alma. E vou continuar firmemente”, declarou.

Fontes: Chuspo, NHK e Nikkan Sports 
Fotos: Chuspo, Sponichi e Nikkan 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!