Chinês processa o Japão por ter sofrido assédio do poder no centro de imigração

Publicado em 14 de agosto de 2018, em Sociedade

Um chinês recorreu ao Tribunal para processar o país pelos maus tratos em um centro de imigração de Nagasaki, onde teria sofrido assédio do poder.

Neste Artigo:
&nbspChinês processa o Japão por ter sofrido assédio do poder no centro de imigração
Centro de Controle de Imigração Omura, na província de Nagasaki (Sankei)

Um chinês de 33 anos entrou com processo contra o Japão pelos maus tratos do Centro de Controle da Imigração de Omura no Tribunal de Nagasaki (província homônima). Ele requer uma indenização de 1,1 milhão de ienes por ter sofrido assédio do poder enquanto esteve detido.

Publicidade

Por estar em situação de overstay foi detido em fevereiro de 2016 pelas autoridades de Nagoia (Aichi). Foi levado para o Centro de Controle de Imigração dessa capital. Depois foi transferido para o de Omura, na cidade homônima, em Nagasaki.

Segundo o requerente, em processo datado de 28 de junho, em março deste ano ocorreu um dos assédios. Teria recebido cerca de 10 conservas de frutas em lata e pediu para conferir.

O funcionário do centro teria levado uma caixa com as latas e junto havia um par de tênis que o recluso usava para andar dentro da instituição. “Alimento com sapatos”, foi um dos assédios.

Em fevereiro do ano passado ele teria ido devolver uma caneta tomada emprestada quando o funcionário gritou. “Se me deixar bravo vou te deportar imediatamente”, teria gritado.

A família dele vive no Japão. O centro respondeu ao jornal Sankei “não podemos comentar sobre o litígio”.

Fonte e foto: Sankei 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Kumon - Estude japonês!