Alergia ao pólen estressa mais do que tudo no Japão

Publicado em 5 de fevereiro de 2018, em Sociedade

Trem superlotado ou horas extras... a alergia ao pólen supera qualquer um desses estresses, detectou pesquisa. Saiba mais sobre essa doença nacional.

Neste Artigo:
&nbspAlergia ao pólen estressa mais do que tudo no Japão
Coceira nos olhos, espirros e coriza são alguns dos sintomas indesejáveis da polinose (Flickr)

Conhecida popularmente como febre do feno, a polinose é uma doença alérgica estacional por conta do pólen, chamada de kafunsho no Japão. Considerada doença nacional, estima-se que uma a cada 3 pessoas da população sofra com esse problema na primavera, independente do sexo ou da faixa etária.

Publicidade

A Agência de Meteorologia do Japão já anunciou que este ano haverá um pouco mais de pólens no ar do que no ano passado.

As províncias que terão o dobro são: Aichi, Nara, Shimane, Kochi, Tóquio, Kanagawa, Miyagi, Iwate e Aomori. Mas, atenção para Quioto, Fukui, Ishikawa, Tochigi e Fukushima: 1,5 vez mais também.

Apesar de ainda estar no inverno, os pólens do cedro e cipreste já começam a aparecer no ar. Se intensificam a partir de março.

&nbspAlergia ao pólen estressa mais do que tudo no Japão
Para quem reside nessas províncias em vermelho e em laranja devem se cuidar (Tenki)

Alergia ao pólen estressa

Um pesquisa realizada por uma clínica de oftalmologia de Tóquio obteve resultados surpreendentes sobre a polinose. O resultado foi divulgado no começo deste mês.

Ela entrevistou 500 pessoas, de ambos os sexos, na faixa dos 20 aos 40 anos, que trabalha. Quase todos (96%) responderam que o kafunsho estressa. Para comparar o nível desse estresse, a pesquisa estabeleceu algumas outras situações estressantes.

O primeiro percentual é de quem amarga essa alergia, comparada a outros fatores de estresse.

  • 57%: estressa mais que o calor (17%)
  • 67%: estressa mais que o inverno (10%)
  • 43%: estressa mais que o trem superlotado (30%)
  • 50%: estressa mais do que as horas extras (24%)
  • 43%: estressa mais do que as longas horas de reunião (30%)  

Queda de produtividade

A grande maioria dos entrevistados (87%) respondeu que a produtividade no trabalho cai. Os entrevistados responderam que a produtividade cai cerca de 40%.

O pior dos sintomas para os entrevistados foi coceira nos olhos, para 91% deles.

Fique atento à próxima matéria sobre os produtos para amenizar os sintomas e as formas de prevenção.

&nbspAlergia ao pólen estressa mais do que tudo no Japão
Os mais comuns causadores da alergia (governo)
Fontes: Governo, Tenki e Eikoukai
Imagens: Governo, Tenki e Flickr 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão