Governo continua apontando que as assinaturas das operadoras do Japão são caras

Publicado em 1 de julho de 2020, em Política

Embora os valores das assinaturas das operadoras estejam diminuindo, a pesquisa do governo concluiu que ainda são caras se comparadas às principais cidades do exterior.

Neste Artigo:
&nbspGoverno continua apontando que as assinaturas das operadoras do Japão são caras
Smartphone (PM)

O Ministério de Assuntos Internos e Comunicações examina anualmente as tarifas de telefonia móvel das operadoras com maior número de usuários em seis grandes cidades do mundo, como Tóquio, Nova Iorque, Paris, Londres, Düsseldorf e Seul. Este ano a pesquisa foi feita em março e divulgou os resultados na terça-feira (30).

Publicidade

A assinatura da DoCoMo encontrada em Tóquio para o plano com internet de 5GB é de 6.250 ienes, 17% mais em conta do que no mesmo período do ano anterior. 

Por outro lado, embora essa média fique em segundo lugar, atrás de Nova Iorque, onde encontrou a assinatura por 6.865 ienes da Verizon, custa 3 vezes mais do que em Londres, a mais barata, com preço equivalente a 1,8 mil ienes. 

A assinatura com aumento de uso da internet para 20GB o preço em Tóquio chega a 8.175 ienes por mês, 5% mais barata do que um ano atrás, mas é a mais cara das 6 metrópoles. 

No Japão, uma nova regra foi introduzida em outubro do ano passado, exigindo que as operadoras separem a assinatura mensal do valor do dispositivo – smartphone e outros. E assim fizeram as operadoras de telefonia móvel mas ainda continuam com tarifas altas, analisou o ministério. No exterior, os preços caíram significativamente nos últimos anos devido a novas operadoras e à concorrência com smartphones mais baratos. 

Os preços altos estão melhorando, mas ainda não se pode dizer que é barato em comparação ao nível mundial. 

A ministra Sanae Takaichi disse para a imprensa que “considera a redução das tarifas de telefonia móvel uma questão importante e continuará trabalhando para melhorar esse ambiente competitivo com assinatura e tarifas mais fáceis de compreender”. 

Fontes: NHK e Nikkei


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão