Japão decide analisar documento coreano para resolução dos problemas entre os países

Publicado em 25 de outubro de 2019, em Política

Os primeiros-ministros japonês e coreano se reúnem para discutir o futuro da relação de ambos os países. Saiba mais.

Neste Artigo:
&nbspJapão decide analisar documento coreano para resolução dos problemas entre os países
Reunião entre primeiros-ministros japonês e coreano é realizada para discutir a relação dos países (Imagem Ilustrativa)

Na quarta-feira (24), o primeiro-ministro Shinzo Abe se reuniu com Lee Nak-yeon, primeiro-ministro coreano, para discutir a relação de ambos os países. Durante a conferência, o ministro coreano entregou a Abe um documento assinado pelo presidente Moon Jae-in que pedia a resolução dos problemas entre os países.

Publicidade

Contudo, após ter recebido o documento, Abe criticou a decisão da Suprema Corte Coreana em culpar o Japão pelo problema de escravização da população coreana durante a Segunda Guerra Mundial e impor a indenização de aproximadamente 10 milhões para 25% da população coreana. “Uma clara violação do Direito Internacional”, disse Abe.

“Quero que construam a oportunidade de voltarmos a ter uma relação saudável”, disse o primeiro-ministro japonês, criticando a posição coreana.

Entretanto, mesmo com uma opinião severa, Abe reconhece a importância dos países em manterem uma relação amistosa. “Não podemos deixar a relação Japão-Coreia desse jeito”, disse.

Em contrapartida, o governo coreano explicou que o primeiro-ministro Lee, ao ter entregado o documento assinado pelo presidente Moon Jae-in, “respeitou Tratado de Relações Básicas entre o Japão e a República da Coreia e o Acordo de Reivindicação”.

A reunião acabou sem grandes avanços na reconciliação dos países.

O secretário-chefe do Gabinete Yoshihide Suga comenta: “Foi necessário transmitir a posição consistente e clara do Japão diretamente aos líderes da Coreia”.

O governo japonês comentou que analisará o conteúdo do documento recebido e analisará a reação coreana. Espera-se que a relação dos países continue delicada até a Coreia mostrar mudanças em sua decisão.

Fonte: NHK


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão