Data da abdicação do Imperador publicada pelo Asahi foi desmentida

Publicado em 20 de outubro de 2017, em Política

O jornal Asahi informou que 31 de março de 2019 seria a data da abdicação do Imperador e em 1o. de abril se iniciaria uma nova era. O assunto virou polêmica.

Neste Artigo:
&nbspData da abdicação do Imperador publicada pelo Asahi foi desmentida
Suga desmente a data da abdicação do Imperador do Japão publicada no Asahi desta sexta-feira (Sankei News)

Yoshihide Suga, secretário-chefe de gabinete, convocou uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (20). Exatamente no dia em que a imperatriz Michiko comemora 83 anos. Ele disse “tal fato é inexistente”, se referindo à data da abdicação do Imperador do Japão, em 31 de março de 2019. E prosseguiu afirmando “nada está decidido” pelo Conselho da Casa Imperial.

Publicidade

“É a primeira vez na história constitucional. Neste momento é extremamente difícil indicar a época correta”, explicou em relação à nova era. “Levando em conta a vida da população, queremos analisar corretamente”, emendou.

Em seguida, todos os veículos de imprensa mais importantes do país publicaram as palavras de Suga.

Polêmica sobre a data da abdicação

O jornal Asahi publicou em primeira página e também na edição online a data de 31 de março de 2019, como sendo o dia da abdicação. O novo imperador receberia a coroa em 1o. de abril, quando se iniciará uma nova era. “Assim, o governo ajustou. A nova era deverá ser anunciada em meados do ano que vem”, escreveu o jornal.

&nbspData da abdicação do Imperador publicada pelo Asahi foi desmentida
Publicação online sobre a data de abdicação do Imperador, supostamente confirmada (Asahi)

Segundo o Asahi as fontes sobre o assunto são seguras. São vários funcionários da residência oficial do Primeiro-Ministro que teriam revelado.

Depois de Suga ter contradito a matéria do Asahi, outros veículos publicaram que as possíveis datas são duas. Em relação ao calendário de abdicação, uma proposta é para o final de dezembro de 2018, com entrada na nova era em 1o. de janeiro de 2019. A outra a ser considerada é em 31 de março de 2019, como noticiou o Asahi.

A polêmica foi criada. Suga disse que a Dieta Nacional deverá retomar o assunto para discussão e a aplicação dessa lei deverá ser feita considerando a avaliação do Conselho da Casa Imperial.

Fontes: Asahi Shimbun, Sankei News e Hazard Lab
Fotos: Sankei News 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
Easy Car Ride, carros e financiamentos
UNIP - Faculdade a distância no Japão