Alta demanda de eletrodomésticos pela primeira vez em 24 anos

Publicado em 25 de janeiro de 2021, em Economia

Home office e quarentena durante a pandemia foram fatores que fizeram as pessoas do Japão comprarem mais eletrodomésticos.

Neste Artigo:
&nbspAlta demanda de eletrodomésticos pela primeira vez em 24 anos
Imagem ilustrativa de aparelhos de ar-condicionado em loja de eletrodomésticos (NHK)

A JEMA-Associação das Indústrias Elétricas do Japão informou na segunda-feira (25) que o volume de expedição de produtos eletrodomésticos foi de 2,536 trilhões de ienes no ano de 2020.

Publicidade

Teve um aumento de 1% em relação ao ano anterior e pelo quinto ano consecutivo. Foi o nível mais alto em 24 anos, ou desde 1996.

Na análise concluiu-se que foram 2 fatores que contribuíram para a alta demanda: o de tempo de permanência em casa por causa da pandemia do novo coronavírus e o benefício de 100 mil ienes para cada pessoa da população.

As vendas dos purificadores de ar mostram a preocupação com a saúde, com 57% de aumento nas vendas, representando 88 bilhões de ienes, recorde de todos os tempos. 

Em seguida, foram os utensílios elétricos domésticos como hot plates e fornos, mostrando que as famílias passaram a cozinhar mais durante o home office. As vendas dos modelos de hot plates foram 40% maiores. 

Outro produto que vendeu 25% a mais foi o umidificador, mostrando mais uma vez atenção à saúde.

As vendas dos aparelhos de ar-condicionado também aumentaram. Embora tenha sido de menos de 1 dígito (0,6%), foram as maiores desde 1972, com 9,9 milhões de unidades.

Fontes: Mainichi, NHK e Sankei Biz


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão