Fase de expansão econômica do Japão se encerrou em 2018

Publicado em 23 de julho de 2020, em Economia

Apesar da mais recente expansão econômica do Japão ser a segunda mais longa do país no período pós-guerra, a taxa de crescimento continuou pequena.

Neste Artigo:
&nbspFase de expansão econômica do Japão se encerrou em 2018
Notas de 10 mil ienes (banco de imagens PM)

O Escritório do Gabinete do Japão reconhecerá provisoriamente que a mais recente fase de expansão econômica do país, que iniciou em dezembro de 2012, chegou ao fim em outubro de 2018, soube o jornal Nikkei, em um revés para o primeiro-ministro Shinzo Abe.

Publicidade

O escritório aprovará oficialmente o julgamento após uma opinião a ser expressa em um iminente estudo de grupo de economistas.

Identificando outubro de 2018 como o pico da performance do país, sinalizando portanto o início de uma fase de contração, significaria que a expansão, a qual teve início durante o mês em que Abe assumiu seu segundo período como líder do Japão, durou por 71 meses.

Isso significaria que o país falhou em vencer a duração do chamado auge econômico Izanami, uma expansão de 73 meses que durou até fevereiro de 2008 e que é um recorde para o Japão no período após a 2ª Guerra Mundial.

Abe chegou ao poder no fim de 2012 prometendo reavivar a terceira maior economia do mundo com sua política de assinatura “Abenomics” combinando facilitação monetária agressiva, flexibilidade fiscal e grandes reformas socieconômicas, atingindo sucessos antecipados.

Mas outubro de 2018 se sobrepõe ao período quando exportações japonesas e produção industrial estagnaram significativamente devido ao impacto do conflito comercial entre EUA e China.

Apesar da mais recente expansão econômica do Japão ser a segunda mais longa do país no período pós-guerra, a taxa de crescimento continuou pequena.

Um indicador chave que avalia o estado da economia saltou 11,4 pontos durante a expansão recente, enquanto no auge Izanami aumentou 26 pontos. A 1,1%, a taxa média de crescimento anual também foi abaixo do 1,6% da de Izanami.

O enfraquecimento relativo da mais recente expansão foi amplamente devido às dificuldades no setor doméstico. Embora as companhias tenham tido lucros, os salários continuaram baixos.

Seguridade social e encargos fiscais também aumentaram durante o período. Muitos economistas preveem que a economia está em um caminho de recuperação após chegar ao fundo entre abril e junho, que é quando o Japão emitiu um estado de emergência destinado a evitar a propagação do coronavírus.

Entretanto, Tóquio está novamente vendo um aumento em novas infecções, levando autoridades a pedirem às pessoas que evitem viagens desnecessárias. Será um desafio para o Japão atingir um balanço entre medidas de recuperação econômica e esforços de controle do vírus.

Fonte: Asia Nikkei


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão