Hitachi designa 10 mil funcionários para trabalho em casa por causa das crianças

Publicado em 28 de fevereiro de 2020, em Economia

Com a decisão governamental de suspender as aulas na rede pública a Hitachi designou funcionários para trabalho remoto considerando as crianças.

Neste Artigo:
&nbspHitachi designa 10 mil funcionários para trabalho em casa por causa das crianças
Para trabalhar em casa basta um laptop, smartphone, internet e compartilhamento de arquivos (Pixnio)

Com a disseminação do novo coronavírus e medida de emergência do governo a fim de contê-la, fechando temporariamente as escolas, a Hitachi levou em consideração os funcionários com filhos. Por isso, decidiu permitir que façam trabalho remoto, a partir de suas casas, informou na sexta-feira (28).

Publicidade

O alvo chega a 10 mil dos 35 mil funcionários no total. São aqueles que têm filhos no primário, ginásio, colegial ou escola especial, para não deixá-los sozinhos nesse período.

São muitas empresas de grande porte e até ministérios que já adotaram um horário mais flexível ou trabalho em casa. No entanto, ainda não se sabe como elas vão fazer diante dessa medida de suspensão temporária das aulas. 

Outras com trabalho remoto

Nem todas as empresas ou repartições públicas podem adotar o trabalho remoto ou teleworking pois nem todas as situações permitem isso. Mas a tendência de adoção desse estilo é grande. 

Depois das empresas de TI-tecnologia de informação, as pioneiras nessa iniciativa, muitas outras como agências de publicidade, seguiram o mesmo caminho, como a do app Line.

Outras mais que anunciaram foram Hitachi, Panasonic, Sony e NEC do setor de eletroeletrônicos. Mas também nos escritórios das indústrias automobilísticas como Nissan e Toyota.

Da área de telecom as maiores como NTT, KDDI e SoftBank também aderiram. 

Outras empresas gigantes como Mitsubishi Shoji, Nissin Shokuhin e Cosmo Energy engrossam a lista. A Unicharm, fabricante de produtos para o cotidiano, decidiu proibir a ida à empresa para 60% dos seus funcionários, cerca de 2 mil pessoas, de 27 deste mês a 6 de março. Por outro lado, na indústria que fabrica máscaras seus funcionários trabalham se revezando nas 24 horas.

Sem viagens para o exterior

As empresas também pedem aos funcionários que se encontram em viagem no exterior para que se apressem em voltar. Outras como a Nestlé proibiram seus executivos de viajar para o exterior a trabalho. 

Em meio ao surto do Covid-19 as empresas da iniciativa privada e também os órgãos públicos repensam a maneira de poupar suas equipes de usarem o transporte coletivo ou de evitar contato em locais de aglomeração de pessoas.

Por outro lado esbarram em problemas como segurança da troca de informações e de não poderem conceder esse tipo de trabalho para todos, tem um limite.

Fontes: NHK, IT Media e IT Impress 


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!