Viciado em selfies tira 200 fotos por dia

Publicado em 1 de março de 2018, em Comportamento

A mídia social pode trazer consequências a todos, principalmente aos jovens.

Neste Artigo:
&nbspViciado em selfies tira 200 fotos por dia
Segundo pesquisadores, desejo de tirar selfies e postá-las na mídia social mais de 6 vezes por dia é uma selfitis crônica (imagem ilustrativa)

Junaid Ahmed tem 50 mil seguidores no Instagram e admite ser viciado em selfies.

Publicidade

O rapaz de 22 anos tira cerca de 200 fotos dele mesmo todos os dias.

Ele calcula cuidadosamente quando vai postar uma foto na mídia social para que receba muitas curtidas e se ela tiver menos de 600 ele a deleta.

“Quando posto uma foto, no primeiro ou segundo minuto, provavelmente terei 100 curtidas e eu adoro isso, meu smartphone vai à loucura, é simplesmente incrível”.

Don’t watch me, watch yourself 😘

Junaid Ahmedさん(@junaidahmedx)がシェアした投稿 –

Um recente estudo sugeriu a obsessão por selfies como uma condição genuína, chamada Selfitis.

Um desejo de tirar selfies e postá-las na mídia social mais de seis vezes por dia é uma Selfitis crônica, de acordo com pesquisadores na Universidade Nottingham Trent e na Escola Thiagarajar de Gerenciamento na Índia.

Junaid diz que comentários negativos em relação às suas fotos não o afetam mais como antes – mas admite ter feito um trabalho em seu rosto por causa da pressão que ele sente para ter uma certa aparência.

“Eu fiz revestimento nos meus dentes, preenchimento no queixo, bochechas, lábios, botox sob os olhos e sobrancelha definitiva”.

“Queria me adequar”

Danny Bowman, de 23 anos, era obcecado por postar selfies na mídia social quando era adolescente.

“Queria me adequar e achei que a melhor maneira de fazer isso era ter uma boa aparência”, disse ele.

Ele tirava selfies e analisava os defeitos – os quais ele diz que sempre encontrava – e o processo se tornou um “ciclo vicioso”.

“Passava 10 horas no espelho tirando essas fotos, dia após dia”.

&nbspViciado em selfies tira 200 fotos por dia
Danny Bowman aos 15 anos de idade (arquivo de Danny Bowman via BBC)

Quando tinha 16 anos, Danny tentou tirar sua própria vida.

Ele fez reabilitação e foi diagnosticado com dismorfobia e ele acredita que a mídia social teve um grande papel nisso.

Danny agora frequenta a universidade e também trabalha para ajudar jovens com problemas de saúde mental.

A Sociedade Real para Saúde Pública está pedindo ao governo e às plataformas de mídia social a introdução de alertas pop-up nos smartphones após passar duas horas online, na sequência de pesquisas sobre como a mídia social traz consequências aos jovens.

Fonte: BBC
Imagem: Bank Image


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - Good Support!!
IKAI - Empregos no Japão!