Montadoras serão forçadas a continuar com corte de produção

Publicado em 8 de fevereiro de 2021, em Notícias do Mundo

A Toyota, Honda e Nissan disseram que suspenderam parcialmente a produção em todo o mundo devido à falta de chips.

Neste Artigo:
&nbspMontadoras serão forçadas a continuar com corte de produção
Linha de produção de carros em fábrica na Malásia (banco de imagens)

Montadoras em todo o mundo provavelmente serão forçadas a continuar com cortes de produção nos próximos meses antes da escassez do fornecimento global de semicondutores ser resolvida, dizem especialistas na indústria.

Publicidade

A Toyota, Honda e Nissan disseram que suspenderam parcialmente a produção em todo o mundo devido à falta de chips, bem quando elas estavam começando a ser recuperar de fechamentos de fábricas forçados pela pandemia.

A demanda por chips, amplamente usados em dispositivos eletrônicos incluindo aqueles em veículos, vem aumentando em vários setores desde o último outono quando a economia global começou a melhorar.

Fornecedores de chips redirecionaram suas produções para produtos eletrônicos e de rede quando a indústria de automóveis estava passando pelo seu pior momento após a ocorrência da pandemia. As montadoras podem não conseguir semicondutores suficientes porque o mercado começou a se recuperar em um ritmo mais rápido do que o inicialmente esperado.

Tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China também contribuíram para a escassez no fornecimento de chips após o Departamento do Comércio dos EUA ter adicionado a Semiconductor Manufacturing International da China a sua lista negra em dezembro, citando suas relações próximas com o poder militar chinês.

Veículos são agora equipados com dispositivos eletrônicos e que cada um tem entre 50 e 150 chips.

Aumentar rapidamente a produção de chips não é fácil, visto que construir uma nova base de produção, tipicamente, demora pelo menos vários meses, dizem especialistas.

Preços mais caros de chips

A gigante alemã de automóveis Volkswagen foi forçada a reduzir horas de trabalho de funcionários em algumas fábricas para cortar produção, disse um oficial da empresa.

A General Motors disse na quarta-feira (3) que cortará produção em 4 plantas nos EUA, Canadá, México e Coreia do Sul, enquanto o presidente da Mazda, Akira Marumoto, disse na quinta-feira (4) que a companhia revisará seu plano de produção “levando em conta uma possível redução de 7 mil unidades em fevereiro”.

A escassez no fornecimento deve ficar mais branda na metade do ano, mas as montadoras provavelmente enfrentarão preços mais caros de chips, dizem especialistas da indústria.

Junto com a queda de produção, preços mais altos poderiam causar uma desaceleração na recuperação dos lucros das montadoras.

As fornecedoras japonesas de chips Renesas Electronics e Toshiba começaram a negociar um aumento nos preços de seus chips.

Fonte: News and Culture


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão
ISA - Empregos no Japão