Papa Francisco defende união homoafetiva

Publicado em 23 de outubro de 2020, em Notícias do Mundo

A sua declaração repercutiu em todo mundo, inclusive no Japão, embora os católicos sejam minoria.

Neste Artigo:
&nbspPapa Francisco defende união homoafetiva
Papa Francisco (NHK)

O endosso feito pelo Papa Francisco foi divulgado em um documentário cuja estreia foi na quarta-feira (21), no Festival de Cinema de Roma. 

Publicidade

“Os homossexuais têm direito a ter uma família. Todos são filhos de Deus”, são palavras da declaração. Expressou seu apoio ao sistema que reconheça direitos legais à união homoafetiva, para que casais do mesmo sexo sejam legalmente protegidos.

O Papa Francisco, com 83 anos, fez essa declaração pela primeira vez desde que assumiu, em 2013.

Embora haja vozes acolhendo as declarações do Papa Francisco como um claro reconhecimento dos direitos dos homossexuais, foi apontado que os ensinamentos da própria Igreja não serão alterados, ganhando grande repercussão no mundo, principalmente na Europa, mas também no Japão.

Estima-se que o número de fiéis católicos no mundo seja de 1,3 bilhão de pessoas. 

Fontes: NHK e Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Produtos Brasileiros no Japão