Número de nascimentos deve cair 10% no Japão e EUA por causa da Covid-19

Publicado em 27 de agosto de 2020, em Notícias do Mundo

O dano econômico em decorrência do novo coronavírus leva jovens a pensarem duas vezes antes de casar e ter filhos.

Neste Artigo:
&nbspNúmero de nascimentos deve cair 10% no Japão e EUA por causa da Covid-19
A história mostra que nascimentos diminuíram durante crises econômicas (banco de imagens PM)

O número de nascimentos no Japão e nos EUA deve cair no próximo ano, visto que o dano econômico em decorrência do novo coronavírus leva jovens a pensarem duas vezes antes de casar e ter filhos.

Publicidade

No Japão, que viu sua população diminuir pelo 11º ano consecutivo em 2019, os nascimentos cairão 10% em 2021, prevê Hideo Kumano no Instituto de Pesquisa Dai-ichi. Houve 860 mil nascimentos no ano passado, ficando abaixo dos 900 mil pela primeira vez desde o início da contagem dos dados.

Para o Japão e a Coreia do Sul – duas economias asiáticas que já enfrentam mudanças demográficas dolorosas – a pandemia soma um novo obstáculo aos esforços de legisladores para encorajar criação familiar.

Mesmo antes da Covid-19, os piores temores do envelhecimento da Ásia estavam começando a se tornar realidade.

Mas os declínios não estão limitados à Àsia. O número de bebês nascidos nos EUA poderia diminuir em 300 mil para 500 mil no próximo ano comparado a 2020, de acordo com uma pesquisa pelo Instituto Bookings. Isso equivaleria a uma queda de cerca de 10% no número médio de 3,7 milhões de nascimentos anuais do país.

A história mostra que nascimentos diminuíram durante crises econômicas.

A queda econômica após a crise financeira global de 2008 foi um fator por trás da queda de cerca de 400 mil nascimentos nos EUA, de acordo com o Instituto Bookings.

Jovens foram duramente afetados, visto que preocupações com o trabalho e salário se espalharam pelo mundo.

Dentre aqueles com idades entre 18 a 29 anos nomundo, 17,1% disseram que eles não trabalham desde o surgimento da pandemia, revelou uma pesquisa online da Orgianização Internacional do Trabalho. Mesmo aqueles que continuaram no mercado de trabalho, as horas encolheram 23%, levando a salários menores.

Um estudo feito pela Universidade de Washington projetou que a população mundial atingirá o pico a 9,7 bilhões nos anos 2060 e então caíra para cerca de 8,8 bilhões no fim do século.

A pandemia poderia acelerar esse declínio.

Fonte: Asia Nikkei


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão