Mundo enfrenta onda de calor intenso em meio aos temores do coronavírus

Publicado em 21 de agosto de 2020, em Notícias do Mundo

Com o calor quase insuportável, há temores de que as pessoas vão relaxar e acelerar a propagação do novo coronavírus.

Neste Artigo:
&nbspMundo enfrenta onda de calor intenso em meio aos temores do coronavírus
Calor intenso e coronavírus preocupam o mundo (banco de imagens PM)

Com muitas partes no Hemisfério Norte no meio de uma onda de calor e alguns locais constatando altas temperaturas recordes, há temores de que as pessoas vão relaxar e acelerar a propagação do novo coronavírus.

Publicidade

Com o número de infecções ainda em alta globalmente e sem fim à vista, autoridades da saúde em muitos países alertaram que as pessoas podem deixar de usar máscaras em áreas aglomeradas e ir a praias e lagos buscar refúgio do clima severo, agravando portanto a pandemia de coronavírus.

O Vale da Morte na Califórnia, EUA, teve temperatura de 54,4ºC no domingo (16). Se validada, ela seria a mais alta registrada na Terra desde os 55ºC registrados na Tunísia em julho de 1931, disse a Organização Meteorológica Mundial (OMM) na terça-feira (17).

De acordo com a OMM, a temperatura mais quente já registrada foi no Vale da Morte em julho de 1913 quando ela atingiu 56,7ºC.

Nos EUA, que têm o maior número de casos e mortes em decorrência do coronavírus, muitas áreas registraram ondas de calor, incluindo a cidade de Phoenix, no Arizona, onde a temperatura chegou aos 47,2º em 14 de agosto.

George Rutherford, professor de epidemiologia na Universidade da Califórnia em São Francisco, pediu ao público que ficasse em alerta para o coronavírus, citando casos de infecção em massa incluindo estudantes em Israel que deixaram de usar máscaras nas escolas devido à onda de calor.

Outras partes do mundo também sofreram calor extraordinário neste verão, com a capital Bagdá, no Iraque, registrando a temperatura alta recorde do país de 51,8ºC no fim de julho.

Na Ásia, a cidade japonesa de Hamamatsu (Shizuoka) registrou na segunda-feira (17) temperatura de 41,1ºC. As temperaturas em Taitung, leste de Taiwan, subiram para 40,2ºC em 25 de julho.

Na Rússia, os termômetros na cidade siberiana de Verkhonyansk em Iacútia, localizada no Círculo Polar Ártico, subiram para um recorde de 38ºC em 20 de junho.

Fonte: News and Culture


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão