Ilhas Maurício correm para conter vazamento de óleo de navio japonês

Publicado em 10 de agosto de 2020, em Notícias do Mundo

Autoridades disseram que o Wakashio partiu da China em 14 de julho e estava a caminho do Brasil.

Neste Artigo:
&nbspIlhas Maurício correm para conter vazamento de óleo de navio japonês
Costa leste das Ilhas Maurício (banco de imagens PM)

Milhares de estudantes, ativistas do meio ambiente e residentes de Maurício estavam trabalhando contra o relógio no domingo (9), tentando reduzir os danos na ilha do Oceano Índico de um derramamento de óleo após um navio ter encalhado em um recife de corais.

Publicidade

Cerca de 1 tonelada da carga de 4 toneladas do navio japonês já havia escapado para o mar, disseram oficiais. Trabalhadores estavam buscando evitar que mais óleo vazasse, mas com forte ventania e mar feroz no domingo houve relatos de novas rachaduras no casco da embarcação.

O primeiro-ministro Pravind Jugnauth declarou estado de emergência e pediu ajuda internacional. Ele disse que o derramamento “representa um perigo” para o país de 1,3 milhão de pessoas que depende muito do turismo e vem sendo afetado pelas restrições de viagens causadas pela pandemia de coronavírus.

Imagens de satélite mostraram uma faixa negra se espalhando nas águas de cor turquesa perto das zonas úmidas as quais o governo chama de “muito sensíveis”.

Trabalhadores na área de vida selvagem e voluntários, enquanto isso, transportaram de balsa dezenas de filhotes de tartarugas e plantas raras de uma ilha perto do derramamento, a Ile aux Aigrettes, até a ilha principal.

Residentes e ambientalistas questionaram as autoridades sobre por que não agiram mais rapidamente após o navio, o MV Wakashio, ter encalhado em um recife de corais em 25 de julho.

No Japão, autoridades da companhia proprietária do navio, a Nagashiki Shipping, e a operadora da embarcação Mitsui O.S.K Lines, pediram desculpas no domingo pelo vazamento de óleo.

Após a primeira coletiva de imprensa desde o dia em que o navio encalhou há duas semanas, as autoridades disseram que enviaram especialistas às Ilhas Maurício para se juntarem aos esforços de limpeza. Eles estão tentando fazer isso de uma forma ambientalmente segura, disse Kiyoaki Nagashiki, presidente da Nagashiki Shipping.

“Primeiro de tudo, estamos fazendo o máximo para evitar mais vazamento de óleo e removê-lo do mar”, disse Akihiko Ono, vice-presidente da Mitsui O.S.K Lines. “Estamos conscientes sobre um grande e potencial impacto no turismo na área e levamos isso muito a sério”.

As autoridades disseram que o Wakashio partiu da China em 14 de julho e estava a caminho do Brasil. A embarcação estava a cerca de 1,6Km ao largo da costa sudeste das Ilhas Maurício quando encalhou.

A sala de motores do navio e tanque de lastro foram danificados e a água estava penetrando para o lado de dentro, mas seus 20 tripulantes foram evacuados de forma segura, disseram as autoridades.

Fonte: Mainichi


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão