Dono de hospital em Bangladesh falsificou milhares de testes negativos de Covid-19

Publicado em 17 de julho de 2020, em Notícias do Mundo

Especialistas dizem que documentos falsos pioraram a já desastrosa situação no país ao colocar dúvidas sobre a veracidade de certificados emitidos por clínicas.

Neste Artigo:
&nbspDono de hospital em Bangladesh falsificou milhares de testes negativos de Covid-19
Médico escreve resultado de teste em folha na prancheta (ilustrativa/ banco de imagens PM)

Um dono de hospital em Bangladesh foi preso na quarta-feira (15) por alegações de que ele emitiu milhares de testes falsos de coronavírus com resultado negativo.

Publicidade

Mohammad Shahed foi preso tentando fugir para a Índia usando uma burca após uma busca de 9 dias, disse a polícia. Ele é uma das várias pessoas detidas pelas autoridades nos últimos dias por alegações de que clínicas em Uttara e Mirpur emitiram certificados falsos a pacientes dizendo que eles estavam livres do vírus sem submetê-los a testes.

Especialistas dizem que documentos falsos pioraram a já desastrosa situação no país de 168 milhões de pessoas ao colocar dúvidas sobre a veracidade de certificados emitidos por clínicas.

Bangladesh reportou um pouco mais de 193 mil infecções e 2.457 mortes por coronavírus até agora, mas o número real pode ser bem maior porque poucos testes foram realizados.

O porta-voz da polícia, o coronel Ashique Billah, disse à AFP: “Ele foi preso na margem do rio de uma fronteira e estava tentando fugir para a índia. Ele estava usando uma burca”.

Billah disse que as duas instalações médicas de propriedade de Shahed conduziram cerca de 4 mil testes de coronavírus genuínos, mas falsificou os resultados de outros 6,5 mil.

Shahed também é acusado de cobrar pelos certificados e tratamentos do vírus, apesar de ter concordado com hospitais na capital Dhaka que os ofereceria de graça.

Na semana passada, a Itália suspendeu voos com destino a Roma partindo de Bangladesh após vários passageiros terem testado positivo para Covid-19.

Alguns dos que testaram positivo na Itália estariam portando certificados com resultado negativo de Bangladesh, disse Shakirul Islam do grupo de direitos humanos OKUP.

Fonte: The Guardian


Vamos comentar?

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - estude japonês por correspondência!
Produtos Brasileiros no Japão